Segunda-feira, 22 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

Política Quarta-feira, 10 de Agosto de 2022, 18:16 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 10 de Agosto de 2022, 18h:16 - A | A

ELEIÇÕES 2022

Max senta com Mauro Mendes nesta quinta para discutir segunda suplência de Fagundes

Notícia não teria agradado candidato à reeleição ao Senado: “se eles não conversam eu não tenho esse conhecimento”, diz deputado

ALEXANDRA LOPES
Da Redação

O presidente do PSB em Mato Grosso, deputado estadual Max Russi, voltou a afirmar que a executiva nacional da legenda socialista deu aval para legenda estadual articular suas composições e alianças em benefício próprio da legenda. Max, que negocia junto ao governador Mauro Mendes (UB) a segunda suplência do candidato à reeleição ao Senado, Wellington Fagundes (PL), informou que as negociações serão retomadas nesta quinta-feira (11).

Conforme noticiado na imprensa, Fagundes, no entanto, não teria gostado das conversas, uma vez que não teria sido convidado a participar. Nesse sentindo, Max destacou que a articulação é feita pelo próprio Mauro: “se eles não conversam eu não tenho esse conhecimento”.

“O governador está em São Paulo não nos falávamos mais. Chega hoje à noite e marcou uma reunião amanhã cedo comigo. Quem fez o compromisso foi o governador junto com o suplente do Wellington e junto com o vice-governador”, declarou Max, nesta quarta-feira.

O empresário Diógenes Jacobsen (PSB), ex-vereador por Nova Mutum, é sondado pelo partido para preencher a segunda suplência. Ocupa a vaga da primeira suplência o ex-secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho (UB), anunciado na última sexta-feira, durante realização da convenção partidária do Partido Liberal.

“O que eu posso garantir é que a gente tem o total aval da nacional para fazer qualquer entendimento em Mato Grosso, que entendemos ser o melhor para o partido, dentro da construção que estamos fazendo, que é eleger um deputado federal e eleger pelo menos três ou quatro deputados estaduais, o PSB nos deu aval”, emendou, declarando que não interesse do partido liberar correligionários descontentes com a nova articulação para apoiarem outros candidatos.

“Não é o nosso interesse, o nosso interesse é caminhar todos juntos. O nosso interesse definitivo deve acontecer somente dia 15 de agosto”, quando é findado o prazo para alteração das atas das convenções partidárias.

As conversas para que o PSB forme composição na chapa de Fagundes vieram à tona após recuo da médica Natasha Slhessarenko (PSB) em disputar o Senado.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros