Sexta-feira, 12 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,92
libra R$ 5,92

Justiça Segunda-feira, 29 de Agosto de 2022, 16:22 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 29 de Agosto de 2022, 16h:22 - A | A

SUPOSTO ABUSO DE PODER POLÍTICO

MP dá parecer contrário à tentativa de Márcia de barrar candidatura de Mauro Mendes

Coligação "Para Cuidar das Pessoas", representada por Márcia Pinheiro, questionou a participação do atual governador na abertura da 1ª Edição dos Jogos Militares Estudantis de Mato Grosso

RAYNNA NICOLAS
Da Redação

O Ministério Público se manifestou, na última sexta-feira (26), pela improcedência de pedido de impugnação de candidatura formulado pela primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro (PV), contra o atual governador, Mauro Mendes (UB). Em outubro, eles se enfrentam pela chefia do Palácio Paiaguás. 

Na petição inicial, assinada pelo advogado Francisco Faiad, a coligação 'Para Cuidar das Pessoas', representada por Márcia Pinheiro, questionou a participação do atual governador na abertura da 1ª Edição dos Jogos Militares Estudantis de Mato Grosso, na Arena Pantanal, em Cuiabá, no último dia 17. 

LEIA MAIS: Coligação de Márcia tenta impedir candidatura de Mauro Mendes por abuso de poder político

No entendimento da coligação oposicionista, a participação de Mauro Mendes no evento foi equivalente à inauguração de obra pública, utilizando-se de recursos públicos, e com a presença de público, o que é vedado no período eleitoral, configurando abuso de poder político.

No entendimento do Ministério Público, contudo, a participação, por si só, não é suficiente para imputar ao governador a conduta vedada. Ainda segundo o procurador eleitoral que assina o parecer, Erich Masson, não foram apresentadas pela acusação provas do "excessivo dispêndio de valores, do desvirtuamento do evento ou da máquina pública para atender a finalidades eleitorais". 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros