Sábado, 13 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

Justiça Quarta-feira, 12 de Junho de 2024, 13:25 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 12 de Junho de 2024, 13h:25 - A | A

'TALIBÃ', 'IT' E MAIS 4

Juiz condena seis do CV identificados em investigações sobre homicídio no Araguaia

Ao condená-los, o juiz Jean Garcia de Freitas Bezerra, entedeu que os delitos imputados aos réus apresentou culpabilidade exacerbada, uma vez que integram a organização criminosa Comando Vermelho

RAYNNA NICOLAS
Da Redação

O juiz Jean Garcia de Freitas Bezerra, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, condenou seis integrantes do Comando Vermelho da região do Araguaia a penas entre cinco e quatro anos de prisão. Investigações tiveram início a partir do homicídio de Jeferson Custódio dos Santos, de 32 anos, em 2021, na cidade de Pontal do Araguaia, divisa entre Mato Grosso e Goiás. 

Durante as diligências para elucidar o homicídio, a polícia conseguiu descobrir a hierarquia e atuação do Comando Vermelho nos municípios mato-grossenses de Pontal do Araguaia e Araguaiana, distantes respectivamente 516,6 km e 573 km de Cuiabá. 

Dentre os membros identificados e condenados pela sentença da  7ª Vara Criminal de Cuiabá estão Leandro Cezar Campos, o 'Talibã', Thiago Jordão Ribeiro Alves, o 'Daleste', Valdemir Brito de Almeida vulgo 'It', Carlos Magno de Oliveira Alves, o 'Colômbia', Alejandro Reinor Farias, conhecido como 'Balão' e Vinicius Teixeira Diniz vulgo 'Raridade'. 

De acordo com os autos, Thiago Jordão, 'Daleste', ostentava a posição de disciplina na facção criminosa junto de Valdemir Brito, o 'It', que também ocupava o mesmo cargo. Na função, eles possuíam a atribuição de comandar o 'tribunal do crime' e ordenar as punições a quem desobedecer as regras do CV. 

Ao condená-los, o juiz Jean Garcia de Freitas Bezerra, entedeu que os delitos imputados aos réus apresentou culpabilidade exacerbada, uma vez que integram a organização criminosa Comando Vermelho, "grupo bem articulado, com várias ramificações, divisão de funções definidas, reconhecida nacionalmente por atos de extrema violência e voltada para a prática não apenas do comércio ilegal de entorpecentes, mas de outros delitos, como tortura, homicídio, roubo e lesão corporal". 

"Outrossim, o grupo é causador de inúmeros problemas na sociedade, atuando dentro e fora dos presídios de todo o país, ordenando “salves” e até morte de desafetos", completou. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros