Terça-feira, 16 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,45
euro R$ 5,94
libra R$ 5,94

Justiça Sexta-feira, 25 de Novembro de 2022, 20:29 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sexta-feira, 25 de Novembro de 2022, 20h:29 - A | A

REFORÇO

MPMT institui força-tarefa de repressão a manifestações antidemocráticas em rodovias

A Força-tarefa desempenhará suas atividades até o dia 31 de dezembro deste ano, sem prejuízo de eventual prorrogação

Da Redação

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso instituiu nesta sexta-feira (25) Força-tarefa com a finalidade de definir e implementar estratégias de atuação visando a prevenção e repressão de manifestações antidemocráticas, que impedem a utilização das rodovias estaduais e municipais. A medida foi adotada pela instituição para garantir o direito de ir e vir e a segurança das pessoas que circulam por esses espaços públicos.

Na quarta-feira (23), o procurador-geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, já havia recomendado aos promotores de Justiça que notificassem as forças policiais que atuam nos municípios para que removam barracas e objetos que servem de apoio aos bloqueios.

Entre os objetivos da Força-tarefa do MPMT, de acordo com a Portaria 936/2022, estão o acompanhamento das manifestações, atuação junto ao Poder Público com o intuito de contribuir para a elaboração, complementação ou correção de ações adotadas e a realização de investigação sobre eventual atuação ineficiente de órgãos públicos na adoção de medidas de prevenção e repressão aos bloqueios.

O grupo, composto por 14 promotores de Justiça, terá ainda a incumbência de propor, em conjunto ou separadamente, as medidas administrativas ou judiciais necessárias em relação ao assunto.

A Força-tarefa desempenhará suas atividades até o dia 31 de dezembro deste ano, sem prejuízo de eventual prorrogação, que poderá ocorrer caso os motivos que determinaram a sua constituição se mantenham. Além disso, a portaria prevê a obrigatoriedade de apresentação de relatório sobre o trabalho desenvolvido, a cada 15 dias, ao procurador-geral de Justiça.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Cláudio Coelho Barreto Júnior 25/11/2022

QUANDO AS MANIFESTAÇÕES SAO DO PT, PSOL, E DEMAIS ESQUERDOPATAS, SÃO LEGITIMAS. INVASOES DOS GRUPOS TERRORISTAS MTST E O OUTRO COMANDADO PELO MELIANTE BUOLOS, AI SÃO LEGAIS. OS PODERES JUDICIÁRIO, LEGISLATIVO E MP, FEDERAL ESTÃO EM ADIANTADO ESTADO DE INUTILIDADE, DE MISERIA, DE INTERESSES PESSOAIS. REFORMA POLÍTICA E ADMINISTRATIVA U R G E T E .

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros