Terça-feira, 28 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,62
libra R$ 5,62

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,62
libra R$ 5,62

Política Quarta-feira, 15 de Junho de 2016, 08:33 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 15 de Junho de 2016, 08h:33 - A | A

JUSTIÇA DO TRABALHO

Bancada Federal busca apoio para manter serviços do TRT em Mato Grosso

REDAÇÃO

A Bancada Federal de Mato Grosso vai trabalhar junto ao Tribunal Superior do Trabalho (TST) e a Casa Civil da União para buscar a suplementação ou realocação orçamentária de R$ 2 milhões para a manutenção dos serviços essenciais do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso (TRT-MT). 

 

Marcos Lopes/HiperNotícias

TRT/tribunal regional do trabalho/greve/ônibus/motoristas

 

Os senadores e deputados federais de Mato Grosso participaram de reunião nesta terça-feira (14), em Brasília, solicitada pela presidente do TRT, Maria Beatriz Theodoro e pelo presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso (OAB-MT), Leonardo Campos. 

 

“Reunimos a Bancada Federal para poder solucionar o problema de orçamento da Justiça do Trabalho de Mato Grosso, que devido ao contingenciamento orçamentário, sofreu a interrupção de diversos serviços importantes, como a ‘Justiça Itinerante’. Vamos buscar meios para poder ajudar, como a suplementação orçamentária ou a realocação dentro da Justiça do Trabalho para que possamos trazer soluções para a continuidade dos serviços essenciais”, afirmou o coordenador da bancada federal, deputado Fabio Garcia. 

 

De acordo com a presidente do TRT, Maria Beatriz Theodoro, a OAB se ofereceu para ajudar em relação ao problema orçamentário do órgão, que sofreu corte de aproximadamente 50%, e intermediou o encontro com a Bancada Federal para buscar soluções.  

 

“Tivemos que enxugar ainda mais os custos do TRT  e dentro desse corte, suspendemos todo o funcionamento das varas itinerantes em Mato Grosso. A reunião foi bem produtiva e esperamos ter em breve, soluções para este problema orçamentário”, afirmou a presidente do TRT.

 

Como os recursos para o TRT seriam suficientes até setembro, a OAB-MT se propôs ajudar e buscou diálogo junto à Bancada Federal. Segundo o presidente Leonardo Campos, os prejuízos ao jurisdicionado e a advocacia são incalculáveis. 

 

“Não tenho dúvida nenhuma que audiências deixarão de ser realizadas, partes e testemunhas não conseguirão comparecer as varas em função dos fechamentos das itinerantes. Daqui saíram várias ações que visam garantir ao menos R$ 2 milhões para que o TRT possa reativar as itinerantes e continuar o seu funcionamento normal até o final do ano”, argumentou. 

 

Leonardo Campos lembrou que a Justiça do Trabalho tem atenção especial ao cidadão carente, o mais necessitado. “A Bancada Federal agora fará a gestão junto ao presidente do TST visando remanejar orçamento interno, e o deputado Fabio Garcia vai encaminhar documento à Casa Civil para que possibilite a suplementação garantindo o recurso”, finalizou. 

 

Também participaram da reunião, os senadores Wellington Fagundes (PR), José Medeiros (PSD) e Cidinho Santos (PR), os federais Nilson Leitão (PSDB), Victório Galli (PSC), e Valtenir Pereira (PMDB). 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros