Terça-feira, 25 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

Polícia Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 16:56 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sexta-feira, 24 de Maio de 2024, 16h:56 - A | A

EXECUÇÃO NO CONTORNO LESTE

Laudo atesta que investigador estava a 12 metros de distância quando matou idoso; veja vídeo

Um vídeo mostra os momentos que antecedem o homicídio, ocorrido em 23 de fevereiro na Capital

DA REDAÇÃO

O disparo que matou o idoso João Antônio Pinto, de 87 anos, no dia 23 de fevereiro, em um hangar no Contorno Leste, em Cuiabá, foi feito pelo investigador da Polícia Civil J.V.G. a 12 metros de distância, de acordo com o laudo da Perícia Oficial e Identificação Técnica. Uma cápsula da pistola 9 mm usada no crime foi encontrada na grama, em frente a um galpão, onde a vítima foi alvejada. Veja fotos da trajetória da bala no final da matéria. 

LEIA MAIS: Idoso de 87 anos morre em confronto com policiais civis em Cuiabá

No documento, o perito descreveu como aconteceu a dinâmica do homicídio. Ele acredita que João tenha sido baleado enquanto carregava sua pistola Taurus TS9, também de 9mm. O idoso foi atingido por dois disparos, um na cabeça e outro no tórax. 

“Um atirador posicionado fora do galpão efetuou ao menos 01(um) tiro a distância para o interior do galpão que acertou o cadáver, na região anterior direita do corpo, no momento que mesmo se encontrava de frente e lateralizado em relação ao atirador, estando a porção direita do cadáver mais a frente”, traz trecho do documento.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento que antecede o homicídio, quando os policiais entram na propriedade da vítima. Na gravação, o homem que está narrando a situação reclama que João tentou intimidá-lo.

Em seguida, mostra uma área da propriedade rural e afirma que o local era uma espécie de acampamento, onde o idoso mantinha os ‘pistoleiros dele’.

“Então, hoje ele quis nos intimidar com uma pistola no terreno e agora a Polícia Civil está indo recolher a arma dele, saber se ele está legalmente amparado pela lei ou não. Estamos entrando na área dele”, diz o homem no vídeo. 

Na sequência, a gravação é cortada e, quando as imagens retornam, os policiais civis estão em frente ao hangar e o investigador já fez ao menos um disparo.

“Ele está tentando revidar. A polícia está atirando, vamos ver o que vai acontecer. Ele enfrentou a polícia e vai ser abordado nesse momento. Ele é um homem perigoso”, finaliza o narrador.

O investigador da Polícia Civil acusado de efetuar os disparos já está sendo investigado pela Corregedoria Geral da corporação, que instaurou um Processo Administrativo Disciplinar (PAD). Ele também foi afastado das atividades operacionais e atua somente em funções administrativas.

LEIA MAIS: Corregedoria Geral instaura PAD e afasta policial envolvido em morte de idoso no contorno leste 

RELEMBRE O CASO

João Antônio Pinto morreu em confronto com policiais da Delegacia de Estelionato no dia 23 de fevereiro, em Cuiabá. Os investigadores foram entregar uma intimação para o homem, quando ele acabou reagindo.

De acordo com informações iniciais, o idoso estaria recebendo diversas denúncias contra ele por perturbação e tentativa de invasão de terras na região do Contorno Leste.

Os investigadores foram descaracterizados, mas, quando se identificaram como policiais, o idoso atirou contra os investigadores, que reagiram e acabaram acertando o homem. Uma equipe médica ainda foi acionada até o local, mas ele acabou não resistindo aos ferimentos. 

VEJA VÍDEO

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Álbum de fotos

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros