Quarta-feira, 19 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,84
libra R$ 5,84

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,84
libra R$ 5,84

Justiça Quarta-feira, 31 de Outubro de 2018, 15:25 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 31 de Outubro de 2018, 15h:25 - A | A

OPERAÇÃO ARCA DE NOÉ

Riva é condenado a 17 anos de prisão pagamento de multa de R$ 190 mil

LEONARDO HEITOR

O juiz Marcos Faleiros da Silva, da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, condenou o ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), José Geraldo Riva, a 17 anos, 9 meses e 9 dias de prisão, além de 200 dias multa. A condenação é referente aos crimes cometidos pelo ex-parlamentar investigados na Operação Arca de Noé, deflagrada em 2002.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

jose riva

 Riva foi condenado em ação relativa a Operação Arca de Noé

Na mesma decisão, Faleiros também ratificou todos os atos praticados pela juíza atualmente aposentada Selma Rosane Santos Arruda, que era a responsável pelo processo. As defesas de Riva e do também ex-deputado estadual e ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Humberto Bosaipo, moviam uma ação de suspeição contra ela, que foi recentemente eleita para o Senado Federal.

 

"Sendo assim, rejeito a pretensão formulada pela defesa de José Geraldo Riva e mantenho na íntegra a decisão anterior. De mais a mais, ratifico todos os atos praticados pela magistrada anterior, posto que, ao analisar os autos em cognição exauriente, em nenhum momento detectei qualquer irregularidade na sua atuação", diz a decisão do magistrado.

 

Riva foi condenado pelo crime de peculato, que é quando o funcionário público apropria-se de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio. Ele deverá cumprir a pena de 17 anos, 9 meses e 9 dias em regime fechado. Além disso, o ex-deputado também terá que pagar R$ 190.800 relativos aos 200 dias multa.

 

Faleiros também condenou recentemente Bosaipo na mesma ação. O ex-conselheiro do TCE pegou uma pena de 28 anos, 10 meses e 20 dias de prisão em regime fechado. Os crimes teriam ocorrido entre os anos de 2000 e 2002 e resultaram em um desvio de cerca de R$ 1,5 milhão.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Chico Bento 31/10/2018

Pelo andar dos acontecimentos, esse senhor deve encerrar seus dias na cadeia, juntamente com outros políticos e ex-políticos de Mato Grosso!

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros