Cidades Sexta-feira, 05 de Agosto de 2011, 19:01 - A | A

Sexta-feira, 05 de Agosto de 2011, 19h:01 - A | A

GREVE ILEGAL

Liminar julga ilegal greve dos servidores do Detran e impõe multa de R$ 20 mil

Segundo liminar, servidores do Detran devem retornar as atividades porque não cumpriram a exigência de 30% do efetivo em seus postos de trabalho

DA REDAÇÃO

 

Mayke Toscano/Hipernotícias

Tribunal de Justiça decreta ilegalidade da greve dos servidores do Detran e aplica multa diária de R$ 20 mil caso haja descumprimento

O desembargador Rui Ramos Ribeiro declarou ilegal a greve dos servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) nesta sexta-feira (5). A multa gerada é de R$ 20 mil, caso categoria não retorne as atividades.

O argumento do magistrado é de que os servidores do Departamento de Trânsito abusaram do direito de greve, já que não cumpriram com o acordo de que 30% dos servidores cumpririam suas funções e que todas as agências do Detran/MT e Ciretran continuariam atendendo à população.

A liminar sai em meio as negociações entre a categoria e o governo, que apresentou na manhã desta sexta-feira (05) a mesmo tabela salarial que havia apresentado para os servidores.

O governo, ao perdir a ilegalidade da greve dos servidores, alegou que o movimento prejudica o Estado principalmente no desenvolvimento dos serviços de arrecadação de impostos, obrigações parafiscais, na liberação de veículos apreendidos, na emissão da carteira nacional de habilitação e emplacamento de veículos.

Na ação, o Detran, autor do pedido, também afirmou que a greve desencadeada pelo sindicato está sendo realizada através de uma operação simulada, já que os 30% dos serviços que estão sendo mantidos, alega que está sendo executados por comissionados e estagiários. Esta é a quarta liminar decretando a ilegalidade de greve de categorias. A primeira foi dos professores, seguida dos servidores da Sema, investigadores e escrivães.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Ailton 07/08/2011

Como não julgar ilegal? se tudo que o judiciário quer esse governo atende de imediato, enquanto que aqueles que realmente necessitam ficam recebendo migalhas, deixa o governo deixar de atender aqueles que julgam para ver se eles mesmo não irão entrar em greve, aí vamos ver.

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros