Quarta-Feira, 22 de Janeiro de 2020, 09h:46

Tamanho do texto A - A+

Escolas estaduais recebem verba adicional para melhorar estrutura

O dinheiro poderá ser usado para a troca de torneiras, remover entulhos, poda de árvores, limpeza de pátio, de caixa d’água, calhas, coifa, material de limpeza, entre outros.

Por: REDAÇÃO

Reprodução

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) enviou um ofício às escolas para reforçar o uso da verba complementar inclusa no 4º repasse do programa PDE Seduc. Esse valor adicional será para pagamento das faturas da internet até abril deste ano e manutenção do ambiente da infraestrutura escolar. A verba foi repassada no dia 5 de dezembro de 2019.

Segundo a superintendente de Gestão Escolar da Seduc, Rosângela Moreira, com essa verba, os gestores poderão organizar um ambiente escolar agradável para receber os alunos para o início do ano letivo. 

“Essa verba complementar poderá ser usada para a troca de torneiras, remover entulhos, poda de árvores, limpeza de pátio, de caixa d’água, calhas, coifa, material de limpeza, entre outros”, destaca.

Na EE Fernando Leite de Campos, em Várzea Grande, a diretora Leide Laura de Souza utilizou a verba para a limpeza do pátio e recuperar parte do muro que estava rachado. A escola ganhou um novo muro e o pátio foi limpo com uma retroescavadeira e um caminhão para a retirada do entulho.

“Fazemos um trabalho de manutenção frequente, na climatização da escola, nas podas de árvores. Com a limpeza do pátio ganhamos um ótimo ambiente escolar”, assinala. A EE Fernando Leite recebe alunos das séries finais do ensino fundamental e ensino médio

Adalgisa de Barros

Na Escola Estadual Adalgisa de Barros, também em Várzea Grande, que atende o ensino médio, o diretor João Batista Lemes da Silva Rondon, vai usar a verba para pintar a quadra poliesportiva. Para pintar as arquibancadas, providenciou a tinta e vai contar com a ajuda da comunidade escolar que entrará com a mão-de-obra. 

“Vamos fazer manutenção da pintura, tirando os riscados das paredes, limpeza dos aparelhos de ares condicionados. Só não vamos fazer podas de árvore porque já fizemos há pouco tempo. A verba vai dar uma cara nova a escola para o início do ano letivo”, destaca.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei