Política Domingo, 28 de Agosto de 2011, 12:14 - A | A

Domingo, 28 de Agosto de 2011, 12h:14 - A | A

OTIMISMO

Em Cuiabá, Kátia Abreu diz que não há embate entre produtores rurais e ambientalistas

Senadora, que participou do Congresso Internacional de Direito Constitucional, diz que Código Florestal será aprovado sem problemas no Senado

HÉRICA TEIXEIRA
herica@hipernoticias.com.br

 

Mayke Toscano/Hipernotícias

Senadora da bancada ruralista diz que não vê divergências entre produtores rurais e ambientalistas

 

A senadora por Tocantins, Kátia Abreu (DEM), acredita que o Senado vai aprovar o projeto do novo Código Ambiental. Também avalia que não há embate entre ambientalistas e ruralistas. “É o melhor para o Brasil”, defende.

Kátia esteve em Cuiabá na sexta-feira (26), na abertura dos trabalhos do Congresso Internacional de Direito Constitucional “A Constituição e o Meio Ambiente Desafios Presentes”, no qual ministrou palestra com o tema “A importância da atualização do Código Florestal Brasileiro.”

A senadora saiu em defesa da bancada ruralista e afirmou que os 410 votos favoráveis conseguidos na Câmara não foram dos ditos “ruralistas”.

“Ruralistas não venceram na Câmara, não têm 410 votos. Ruralistas têm no máximo 120 votos. O que ali valeu espirito de brasilidade. Não adianta votar código pensando só nas plantas e animais, precisamos pensar nas pessoas”, pontuou.

A parlamentar contradiz os manifestantes que faziam protestos contra o novo projeto afirmando que mudança do código é para liberar os desmatamentos.

Kátia disse que “desejo de mudar o código não diz respeito ao mérito ambiental. As mudanças que estamos propondo é para trazer segurança jurídica ao campo. É garantir os 27% de produção e 62% preservação.

A senadora afirmou que até 20 de outubro o projeto vai ser votado no senado e acredita que maioria dos colegas serão favoráveis.

“Um dos relatores, Jorge Viana, se comprometeu comigo votar até final de outubro. Estamos tranquilos que senadores aprovaram matéria pela grande maioria, como na Câmara dos deputados e vai trazer segurança jurídica para o campo brasileiro.

PSD

Kátia Abreu, que também é uma das articuladoras da fundação do Partido Social Democrático (PSD), elogiou a nova sigla e os mais novos integrantes do partido e lançou desafio de que o partido vai ter um governador em Mato Grosso, porém não citou nomes.

Kátia ainda se mostrou satisfeita com as novas filiações e citou o nome do deputado federal Homero Pereira (PR) e o vice-governador, Chico Daltro (PP).

“Em Mato Grosso o partido vai ser o maior, com certeza. É um dos três maiores do país. Riva está trazendo admiração a todos nós e estamos felizes com vinda de, Homero e o vice-governador . Com certeza teremos um governador do PSD aqui”, avaliou.

O deputado Riva, articulador do PSD disse que a sigla está prestes a se tornar real. "Está caminhando de vento em polpa, inclusive recebi uma notícia que o Ministério Público Eleitoral (MPE) já deu parecer favorável ao nosso registro em Mato Grosso, espero nos próximos dias partido já esteja registrado e vamos começar a trabalhar depois disso", argumentou.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros