Política Terça-feira, 25 de Outubro de 2011, 10:01 - A | A

Terça-feira, 25 de Outubro de 2011, 10h:01 - A | A

GESTÃO

Deputado Fagundes acredita que Silval Barbosa buscará identidade própria com reforma no staff

Welington Fagundes, presidente regional do PR, diz que maioria dos secretários vem da gestão de Blairo Maggi e que mudanças devem ser feitas aos poucos

 

Mayke Toscano/Hipernotícias

Welington Fagundes acredita que reforma no staff no governo de Silval Barbosa ocorrerá sem traumas

O governo Silval Barbosa (PMDB) está buscando construir sua identidade própria e em breve estará anunciando reforma do atual secretariado.

A opinião é do deputado federal Welington Fagundes, presidente regional do PR, maior partido de sustentação à gestão peemedebista.

“Os secretários do PR que estão lá todos vêm praticamente do governo Blairo (Maggi), então é uma contemplação de aliança que foi feita na eleição, e ele ( Silval) não iria chegar, assumir o governo e mudar tudo de uma hora para outra, se não as pessoas iam chamá-lo de traidor”, avaliou republicano.

Nessa mesma linha, o líder do governo na Assembleia, Romoaldo Junior (PMDB), admitiu recentemente que o governo deve conceder um espaço maior ao PSD no staff a fim de contemplar proporcionalmente o novo partido, que acaba de entregar os cargos que vinha ocupando.

“É uma força nova que merece ter seu espaço e isso certamente o governador estará trabalhando para continuar tendo o PSD como aliado”, defendeu, sinalizando que a nova sigla poderá observar número maior de secretarias.

Entretanto Romoaldo alega que tudo que se disser agora pode não passar de especulações, pois Silval sequer abriu as discussões internas para reformar seu staff.

“Eles me deixaram à vontade para definir e assim farei, mas quero o PSD junto conosco, nos ajudando a governar”, adiantou o governador, ponderando que ainda não tem data definida para uma nova reunião com a nova sigla, presidida pelo vice-governador Chico Daltro e que ainda tem como liderança o presidente da Assembleia, José Riva.

Ainda pelo lado PR, há uma espécie de “pressão” de alguns deputados que têm criticado a atuação de secretários como Arnaldo Alves, que dirige pela cota republicana, a Secretaria de Transportes e Pavimentação Urbana (Septu).

Alves estaria tendo dificuldades de relacionamento com deputados municipalistas que têm reclamado da falta de ação preventiva da Septu quanto ao período chuvoso.

Wellington Fagundes salientou que o governador sempre esteve à vontade para definir se promove mudanças nas pastas ocupadas pelo PR e que “o governo Silval é um governo de sucessão ao do Blairo é normal que com o passar do tempo o governo vá adquirindo identidade própria”.

São secretarias ocupadas pelo PR atualmente, além da Septu, a Seplan, dirigida por José Botelho Prado, Sema, com Vicente Falcão e Secopa, criada recentemente e que é comandada por Eder Moraes.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros