Quarta-feira, 19 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,84
libra R$ 5,84

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,84
libra R$ 5,84

Justiça Terça-feira, 14 de Maio de 2024, 14:57 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 14 de Maio de 2024, 14h:57 - A | A

DESCONTOS EM ENTRADA

MPF arquiva processo sobre supostas irregularidades na concessão do Parque Nacional de Chapada

Parquetur, empresa que ganhou a concessão, garante que irá investir R$ 218 milhões em 30 anos e anunciou uma série de melhorias para o local

VANESSA ARAUJO
Da Redação

O Ministério Público Federal (MPF) homologou o arquivamento do processo de notícia de fato instaurada para apurar supostas irregularidades na concessão do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães (62 km de Cuiabá). A ação foi proposta pela MT Participações S.A., empresa pública do governo estadual, que acusava o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) de violação ao princípio da isonomia entre moradores de determinados municípios, pela não cobrança de taxa de entrada no parque. A medida é desta terça-feira (14). 

A empresa que venceu a concessão do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães pode cobrar até R$ 100 por pessoa para visitação no local. Os moradores de Cuiabá, Várzea Grande e Chapada dos Guimarães podem ter descontos significativos na taxa de entrada devido à proximidade dos municípios. 

Segundo o MPF, a limitação do desconto proposta pelo ICMBio tem motivação idônea, inexistindo, portanto, ilegalidade sob esse aspecto capaz de corromper o procedimento licitatório. 

“Deliberação: Em sessão realizada nesta data, o colegiado, à unanimidade, deliberou pela homologação do arquivamento, nos termos do voto do(a) relator(a)”, diz trecho da portaria. 

CONCESSÃO 

A empresa Parques Fundo de Investimento em Participações em Infraestrutura (Parquetur) venceu a concessão do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães ao dar um lance de R$ 926 mil em concorrência realizada em fevereiro deste ano, na Bolsa de Valores de São Paulo (B3). 

A Parquetur garante que irá investir R$ 218 milhões em 30 anos e mencionou uma série de melhorias no local, que serão realizadas a partir da concessão. Segundo a empresa, as condições de visitação no parque serão ampliadas, garantindo mais atrativos e serviços, infraestrutura, segurança, acessibilidade e melhores práticas de ecoturismo, além de apoio a pesquisas científicas e atividades de conservação ambiental.  

LEIA MAIS: Parquetur vence concessão e ICMBio continua a administrar Parque Nacional de Chapada dos Guimarães

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros