Sábado, 25 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

Justiça Segunda-feira, 19 de Dezembro de 2016, 17:47 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 19 de Dezembro de 2016, 17h:47 - A | A

DESVIOS NA EDUCAÇÃO

Ministério Público denuncia 19 vezes por corrupção passiva o empresário Alan Maluf

REDAÇÃO

O Ministério Público do Estado de Mato Grosso, por meio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), ofereceu nesta segunda-feira (19), a denúncia referentea a terceira fase da Operação Rêmora denominada Grão Vizir, onde são citados o empresário Alan Ayoub Malouf e o engenheiro Edézio Ferreira da Silva.

  

Alan CosmeHiperNoticias

Alan Maluf/Sodoma 4

 Empresário Alan Malouf

O empresário Alan Malouf foi citado na delação do empreiteiro Giovani Guizardi, que denunciou que ele teria recebido 25% da arrecadação de propina cobrada pela organização criminosa liderada pelo ex-secretário de educação Perminio Pinto.

 

O empreiteiro relatou ainda que entregou cerca de R$ 160 mil em dinheiro para Malouf no banheiro do Buffet. Dinheiro este que ele disse ter sido dividido entre Alan Malouf e o presidente da Assembleia Legislativa, Guilherme Maluf.

 

O delator disse ainda que foi Alan que o convidou para fazer doação para a campanha para que ele pudesse “trabalhar” tranquilo e obtivesse vantagem junto ao governo do Estado.

 

Além desta Operação, o empresário foi conduzido coercitivamente na Operação Sodoma 4, na qual é acusado de receber dinheiro da desapropriação do bairro Jardim Liberdade, pelo qual foi pago R$ 31 milhões, dos quais R$ 15 milhões retornaram para a organização liderada pelo ex-governador Silval Barbosa. 

 

Ele estava cumprindo medidas cautelares, entre elas entrega do passaporte, não sair de Cuiabá e não manter contato com demais investigados na Operação. 

 

 

Conforme a assessoria de imprensa do MPE, ambos vão responder pelos crimes de organização criminosa. Malouf foi denunciado também por corrupção passiva 19 vezes.

 

Nota da defesa:

 

Sobre a denúncia oferecida pelo Ministério Público Estadual nesta segunda-feira (19), contra o empresário Alan Malouf, a defesa informa que ainda não obteve acesso aos autos e somente após o conhecimento da denúncia é que vai se manifestar.

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros