Quinta-feira, 23 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,15
euro R$ 5,58
libra R$ 5,58

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,15
euro R$ 5,58
libra R$ 5,58

Justiça Quarta-feira, 19 de Outubro de 2016, 16:57 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 19 de Outubro de 2016, 16h:57 - A | A

BIÊNIO 2017/2018

Desembargadores Juvenal e Rui Ramos disputam nesta quinta presidência do Tribunal de Justiça

JESSICA BACHEGA

Os desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) escolhem nesta quinta-feira (20) o novo presidente do Poder Judiciário. Estão na disputa pelo cargo os desembargadores, Juvenal Pereira da Silva e Rui Ramos Ribeiro.

 

Reprodução/HiperNoticias

desembargadores juvenal e rui

Os desembargadores Juvenal Pereira e Rui Ramos concorrem à presidência do TJ

Para o cargo de vice-presidente do TJ apenas a desembargadora Marilsen Andrade Addario foi inscrita e a desembargadora Maria Aparecida Ribeiro deve ser eleita para a Corregedoria-Geral da Justiça.

 

Os eleitos vão conduzir o Judiciário de Mato Grosso no biênio 2017/2018. O eleito vai suceder o presidente Paulo Cunha. 

 

O desembargador Juvenal Pereira da Silva atua atualmente na Primeira Câmara Criminal e foi presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE)  durante o Biênio 2013/2015.

 

Já o magistrado Rui Ramos Ribeiro atua também na Primeira Câmara Criminal. Ingressou no Tribunal de Justiça em 1986 e atuou no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) de 2009 a 2013, nos cargos de vice-presidente, corregedor eleitoral e presidente. O desembargador também atuou na Corregedoria Nacional de Justiça do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

 

De acordo com informações da assessoria do Tribunal, a  votação para o biênio 2017/2018 será realizada em sessão do Tribunal Pleno, nesta quinta (20) a partir das 14h. A eleição será feita por meio de votação secreta com uso de urna. Em caso de empate, vencerá o desembargador mais antigo e, se iguais em antiguidade, de mais idade.

 

O desembargador eleito tomará posse no dia 19 de dezembro e sua gestão terá início, efetivamente, em 1ª de janeiro de 2017. 

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros