Sábado, 18 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

Cidades Quinta-feira, 17 de Novembro de 2016, 19:45 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 17 de Novembro de 2016, 19h:45 - A | A

JÚLIO DA POWER

Suspeito de matar pai de candidato a vereador é preso em Campo Grande

MAX AGUIAR

Policiais Civis prenderam em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, o suspeito de ser o autor do latrocínio que vitimou o pai do candidato a vereador Julio da Power (PT do B), Custódio Alves Pereira, 58 anos.

 

O crime aconteceu minutos depois do candidato participar de uma caminhada política em setembro deste ano. 

 

Reprodução/HiperNoticias

Montagem são matheus

 

Ao HiperNotícias, o delegado Guilherme Fachinelli, da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos de Cuiabá, confirmou que o suspeito E.F.S, foi detido.

 

Ele deve chegar a Cuiabá nesta sexta-feira (18) para ser reconhecido por testemunhas que foram arroladas no caso.

 

"Nós monitoramos os passos dele e nossa equipe conseguiu prendê-lo. Agora amanhã as testemunhas vão tentar reconhecê-lo e depois vamos colher o depoimento dele, confirmou o delegado. 


Detido e de maneira informal o suspeito disse aos policiais que nunca cometeu nenhum crime e que estava em Campo Grande a procura de emprego.

 

Além de matar o pai do candidato, o procurado teria acertado três tiros no candidato Júlio da Power ao tentar roubar sua corrente, pulseira e celular. Júlio recebeu alta no início do mês de outubro e permanece com uma das balas alojadas em seu corpo. 

 

O caso

 
No dia 28 de setembro, faltando quatro dias para as eleições de vereador e prefeito em todo o país, a militância da coligação em que Júlio da Power fazia parte realizou uma caminhada nos bairro Pedregal, Jardim Leblon e Sol Nascente, em Cuiabá. No final da manifestação, três pessoas foram baleadas, sendo Julio, seu pai Custódio e uma criança.

 

Custódio Alves não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital São Matheus. Júlio ficou internado com uma perfuração no pulmão e duas no braço e uma criança de 12 anos que brincava próximo local foi atingida por três tiros.

 
 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros