Cidades Terça-feira, 06 de Outubro de 2020, 11:03 - A | A

Terça-feira, 06 de Outubro de 2020, 11h:03 - A | A

VEJA IMAGENS

Candidato a prefeito xinga e quebra imagem de santo durante dança da chuva; veja vídeos

JOYCY AMBRÓSIO

O candidato a prefeito pela cidade de Sorriso (397 km de Cuiabá), Júnior Cesar Leite da Silva, conhecido como Júnior Pé no Chão (PC do B), protagonizou um vídeo polêmico, que circula nas redes sociais. O candidato simula uma ‘dança da chuva’ e após arremessar uma imagem de São Cipriano contra um muro, ele xinga o santo de desgraçado. 

Reprodução/Facebook

penochao.png

O vídeo começa com Júnior Pé no Chão dizendo que quer que chova em Sorriso. Depois de iniciar uma ‘dança da chuva’, ele quebra o santo e diz “toma filho da peste, eu quero chuva, santo desgraçado”.

Após a polêmica que a publicação do vídeo causou, o candidato gravou outro material se justificando sobre o acontecido.

No vídeo de justificativa, Júnior Pé no Chão diz ter feito uma brincadeira com a imagem de São Cipriano. Ele ressalta também sua crença em Deus e na natureza, salientando que se o meio ambiente continuar sendo devastado do jeito que está sendo, a chuva vai ficar cada vez mais rara.

“Quando cheguei no Mato Grosso, chovia durante seis meses e tinha seis meses de seca. Hoje não. Hoje nós estamos sofrendo por causa do desmatamento”, disse ele.

Segundo o candidato, ele quebrou uma imagem do santo que seria ‘padrinho’ dele. O político ainda continua dizendo no vídeo que existiriam dois São Cipriano um antes e um pós convertimento à Igreja Católica.

Júnior Pé no Chão finalizou o vídeo reforçando sobre a importância da preservação ambiental e garantiu não ter preconceito contra nenhuma das religiões e que sua única crença é Deus.  

Assista aos vídeos:

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros