Terça-feira, 18 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,83
libra R$ 5,83

Artigos Terça-feira, 14 de Maio de 2024, 09:37 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 14 de Maio de 2024, 09h:37 - A | A

LICIO MALHEIROS

Rio Grande do Sul submerso

LICIO ANTONIO MALHEIROS

Divulgação

Lício Malheiros

 

Quando falamos em solidariedade vêm em nossas mentes: um ato solidário, um ato de bondade e compreensão com o próximo, independentemente do grau de parentesco, de afinidade, de amizade e por aí vai.

A tragédia ocorrida no Rio Grande do Sul, além de trágica e muito triste. Está deixando um saldo enorme de destruição; infelizmente, até o momento de acordo com a Defesa Civil, 447 dos 497 municípios foram atingidos por essa enchente catastrófica, deixando um rastro de destruição e sofrimento. Até o momento, 147 mortes e 2 milhões de pessoas afetadas, pela enchente.

Enquanto alguns brasileiros estavam preocupados com o show da Madonna, que acontecia no Rio de Janeiro na praia de Copacabana.

Felizmente a grande maioria da população brasileira estavam consternados e preocupados em salvar vidas dos nossos irmãos rio-grandenses, dos quais, além de perderem todos os seus bens materiais adquiridos em suas vidas. Infelizmente, até o momento 147 deles, perderam suas vidas.

De toda tragédia vivida tiramos uma lição de vida, neste caso específico ficou patente, a solidariedade do povo brasileiro, de Norte ao próprio Sul afetado, de Leste a Oeste do país.

Reporto-me, a população brasileira como um todo, desde o mais humilde, que ganha parcos salários; estes também, ajudaram mesmo sendo com um ou dois litros d’ água, além de doação de objetos pessoais.

Eu, não poderia de forma alguma deixar de enaltecer o meu Estado de Mato Grosso, o mesmo superou todas as expectativas ao angariar grande número de doações, a começar pelo Poder Público.

A nossa marca, é pautar sempre pela verdade; o governo do Estado na pessoa do Mauro Mendes (União), enviou para a (ALMT), projeto de lei para viabilizar, a liberação de R$ 50 milhões visando ajudar na reconstrução da infraestrutura do Rio Grande do Sul.

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) de forma rápida e exemplar, aprovou por unanimidade esse projeto de altíssimo alcance social, disponibilizando, R$ 50 milhões em dinheiro.

Este dinheiro foi liberado através do Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab); é bom que se diga segundo informações, este valor já chegou ao destino final, não em forma de empréstimo e sim através de doação visando minimizar a dor e sofrimento ocasionado por essa catástrofe, principalmente, na reconstrução das cidades atingidas.

Esse mesmo governo, sob articulação da primeira-dama Virginia Mendes, outra pessoa extremamente altruísta e de bom coração, em sintonia com seu marido, Mauro Mendes, e demais parceiros, conseguiram enviar na terça-feira (13.05), 60 toneladas de doações para apoio às famílias no Rio Grande do Sul; entre uma infinidade de itens, não irei cita-los por falta de espaço.

Como disse anteriormente, o povo brasileiro é realmente solidário; de forma micro, voltando à Cuiabá eu poderia citar milhões e milhões de pessoas e bairros da capital, que literalmente vestiram a camisa dos nossos irmãos Gaúchos, com número infinito de doações.

Vou dar apenas um pequeno testemunho, de altruísmo e amor ao próximo vivido por mim de forma ocular, sou residente no condomínio Piazza Di Napoli, situado no bairro do porto, tendo como síndico, o senhor Douglas da Cruz Dias uma pessoa extremamente trabalhador e visionário.

Graças a sua mobilização junto aos condôminos pedindo donativos para ajudar nossos irmãos do Sul, conseguindo infinidade de roupas, 100 Kg de alimentos não perecíveis, e uma boa quantidade de água mineral, o importante não é a quantidade e sim a forma como essa água chegava até o local da coleta no prédio; crianças pequenas carregando água mineral, isso, demonstra amor incondicional ao próximo.

Para fechar o artigo, essa demonstração de carinho e amor ao próximo vivido pela população brasileira neste momento de dor e sofrimento, por certo, nos fará galgar posições no Ranking de país com grande Solidariedade, o instituto de pesquisa “World Giving Index 2022, produzida pela organização britânica Charities Aid Fondation (CAF), representada no Brasil pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS); que mede a Solidariedade de 119 nações.

Nós estávamos ranqueados na 54ª posição em 2021 e alcançamos o 18º lugar no Ranking, essa melhora aconteceu em todas as categorias de avaliação, sendo ainda mais expressiva na “ajuda a um desconhecido”, no qual o país passou de 36º para o 11º. O Brasil está de parabéns, tenho orgulho de ser brasileiro.

(*) LICIO ANOTNIO MALHEIROS é professor e geógrafo.

 

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do site de notícias www.hnt.com.br

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros