Sábado, 25 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

Artigos Sexta-feira, 08 de Abril de 2016, 09:14 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sexta-feira, 08 de Abril de 2016, 09h:14 - A | A

Cuiabá melhor

Tenho consciência de que ainda há muito a ser feito, porque os desafios de Cuiabá são estruturais e históricos

MAURO MENDES

Marcos Lopes/HiperNotícias

feirantes/TCE/Mauro Mendes

 

 

 

O trabalho de preparação que fizemos nos dois primeiros anos da atual gestão (em 2013 e 2014) mostra seus resultados desde o ano passado. Iniciamos um grande processo de entrega de obras e serviços à cidade quemelhoraram a vida dos nossos cidadãos.

 

 

Em 2015, entregamos 90 obras e ações relevantes. Já este ano, iniciamos neste mês de abril, durante as comemorações do aniversário de 297 anos de fundação de Cuiabá, mais de 100 importantes equipamentos púbicos aos nossos munícipes. E esta colheita não vai parar por aí, porque ainda temos outro tanto de obras e serviços para serem entregues até o final do ano.

 

 

Quero destacar, todavia, algumas destas entregas na área da saúde, a mais sensível de toda a administração pública atualmente em todo o país. Estamos ampliando de maneira revolucionária nossa rede de atendimento, com destaque para as obras do novo Hospital e Pronto Socorro Municipal, em parceria com o Governo do Estado, e da entrada em operação da UPA Norte (Morada do Ouro), além da entrega, nos próximos dias, da UPA Sul (Pascoal Ramos) e da construção da UPA Oeste (Verdão).

 

 

Também vamos entregar nos próximos dias a Ala Pediátrica do atual Pronto Socorro Municipal, há muito cobrada e esperada, e temos muita satisfação de ter aberto o primeiro hospital público de Cuiabá em mais de 30 anos. O São Benedito, em menos de um ano de funcionamento, já se tornou uma referência estadual de unidade hospitalar cirúrgica voltada para a média e alta complexidade, já tendo realizado perto de dois mil procedimentos nas especialidades de ortopedia e neurologia. E, o mais importante, a um custo ínfimo, se comparado aos gastos despendidos com as famigeradas liminares judiciais – estas, um verdadeiro escândalo nacional.

 

 

Já na área de educação, estamos entregando o maior pacote de obras de ampliação da rede física da história de Cuiabá. São 56 unidades novas ou totalmente revitalizadas com um padrão superior de qualidade, ampliando vagas e dando o máximo conforto aos nossos alunos.

 

 

Embora o espaço não comporte um aprofundamento, tenho que citar ainda melhorias que promovemos nas áreas de regularização fundiária, habitação, infraestrutura urbana - com mais de 250 quilômetros de asfalto novo já entregues e outros 300 km de recapeamento -, paisagismo e urbanismo, mobilidade urbana, iluminação pública e ações de apoio à segurança pública, inclusive no combate à indústria do grilo profissional, entre tantas outras.

 

 

Talvez a mais importante melhoria que realizamos na prefeitura de Cuiabá neste período não seja tão facilmente percebida, mas que garantiu todos os resultados já citados: a modernização da gestão pública e a mudança de conceitos. A começar pelo controle interno rigoroso da administração, eliminando desperdícios, cortando gastos supérfluos, combatendo a corrupção, modernizando processos, promovendo a transparência, entre outros.

 

 

Tudo isso resultou no corte de gastos com a burocracia para garantir o aumento de investimentos. Portanto, transparência e eficiência administração são legados da nossa gestão.

 

 

Tenho consciência de que ainda há muito a ser feito, porque os desafios de Cuiabá são estruturais e históricos. Porém, valorizar as conquistas já consolidadas é importante para renovar nossa esperança de que é possível vencer tais desafios se cada gestor se dedicar a superá-los no seu tempo, na sua época, até que chegue o dia em que teremos vencido todos eles.

 

 

Parabéns Cuiabá pelos 297 anos. Tenho certeza que cada cidadão cuiabano tem muito a comemorar, porque todos nós temos hoje uma cidade muito melhor para se viver.

 

 

* MAURO MENDES é prefeito de Cuiabá.

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do site de notícias www.hnt.com.br

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Carlos Nunes 08/04/2016

É evidente que a possibilidade do Mauro Mendes ser reeleito é enorme...ele tem um conjunto de obras para mostrar, enquanto os outros candidatos não tem, só vão fazer promessas de que tudo vai melhorar. Entre o certo e o duvidoso, os eleitores vão ficar com o certo; aí a possibilidade de ganhar a eleição no primeiro turno. Se pelo menos aparecesse uma liderança nova para competir, talvez ganhasse a eleição, mas Cuiabá principalmente está muito fraca de novas lideranças. Reeleição nunca foi boa para Cuiabá. Todos os que foram reeleitos foram mal no segundo mandato: Roberto França fez o primeiro mandato bem; já no segundo não conseguiu nem pagar folha de pagamento dos servidores, obrigando-os a fazer empréstimos bancários para quitar os próprios salários; Dante, Wilson Santos, deixaram o segundo mandato para concorrer a outros cargos. E não aparece nenhum candidato bom para a gente votar. Só tem que ser feita duas perguntas para todos os candidatos: 1) considerando a grave crise, se eleito, o que vai fazer por Cuiabá com POUCO DINHEIRO? Não vale aumentar impostos, taxas, fazer empréstimos, porque isso qualquer bobó cheira-cheira faz. 2) vai permanecer no cargo de prefeito os 4 anos, ou vai usar a prefeitura como trampolim político, para candidatar a cargos maiores em 2018? Não adianta dizer depois que é soldado do partido, e se o partido decidir sai candidato.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros