Domingo, 21 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

Polícia Terça-feira, 11 de Junho de 2024, 15:03 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 11 de Junho de 2024, 15h:03 - A | A

SOLTA NA CUSTÓDIA

Faccionada do Comando Vermelho é presa por perseguir e ameaçar ex-namorada de morte

Todavia, a agressora passou por audiência de custódia e a juíza Djéssica Giseli Küntzer concedeu liberdade provisória à suspeita

SABRINA VENTRESQUI
Da Redação

Uma faccionada do Comando Vermelho (CV) de 24 anos, que não teve a identidade divulgada, foi presa por perseguir e ameaçar a ex-namorada, de 19 anos, na madrugada de segunda-feira (10), em Pontes e Lacerda (444 km de Cuiabá). 

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima relatou que namorou a suspeita por dois meses, mas a relação não vingou por ser abusiva. Então, a jovem pediu demissão do trabalho e chegou a se mudar para Rondônia. No entanto, precisou voltar para Mato Grosso.

Ao retornar para Pontes e Lacerda, a suspeita teria começado a persegui-la com o objetivo de reatar o namoro.

No dia dos fatos, a faccionada foi até a casa da ex, tentou quebrar o portão e ameaçou a jovem de morte, dizendo que iria matá-la se ela não aceitasse reatar o relacionamento. Ainda, a vítima disse que tem medo da suspeita e não quer voltar a se relacionar com ela.

A criminosa foi presa e encaminhada ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) para registro de ocorrência e demais providências cabíveis.

SOLTA NA CUSTÓDIA

Todavia, a agressora passou por audiência de custódia e a juíza Djéssica Giseli Küntzer concedeu liberdade provisória à suspeita. A magistrada alegou que não havia elementos suficientes para a manutenção da prisão e que a liberdade da jovem não representa risco à ordem pública. 

Apesar de responder o processo em liberdade, a suspeita deverá cumprir medidas cautelares. Ela não poderá se ausentar do município sem comunicação ao juízo e não pode praticar novos delitos. 

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros