Mundo Quinta-feira, 11 de Agosto de 2011, 07:36 - A | A

Quinta-feira, 11 de Agosto de 2011, 07h:36 - A | A

ATAQUE

Sobe para 5 o número de mortos pela onda de violência no Reino Unido

Três homens da cidade Birmingham morreram na quarta noite de confrontos e desordem que tomaram o Reino Unido, desde o último sábado

PORTAL R7

Três homens da cidade Birmingham morreram na quarta noite de confrontos e desordem que tomaram o Reino Unido, desde o último sábado (6). Eles foram atacados por um bando de saqueadores suspeitos enquanto tentavam proteger as lojas do bairro nas primeiras horas desta quarta-feira (10).

Desde que um homem foi baleado em Londres e morreu no hospital nesta terça-feira (9), o número total de vítimas fatais em incidentes relacionados com as revoltas já chega a cinco.

A polícia já abriu uma investigação para apurar os últimos assassinatos da madrugada, que aconteceu por volta das 1h em Winson Green, Birmingham. Os homens estavam voltando de uma mesquita a fim de proteger seu bairro dos confrontos.

O pai de uma das vítimas, Haroon Jahan, de 21 anos, contou como ele ajudou os homens feridos, sem perceber que um deles eram seus filhos. - O carro veio na calçada e eu estava por perto. Eu ouvi isso acontecer, me virei e vi três pessoas no chão e meu instinto foi de ajudar.

Foi quando alguém me disse que um deles era meu filho. O peguei nas minhas mãos e seu rosto estava coberto de sangue. Qual foi o motivo para que isso acontecesse? Estamos aqui defendendo a comunidade. Ele era um bom garoto de 21 anos, e muito querido.

As outras vítimas eram os irmãos Abdul Nasir, de 31 anos, e Shazad Ali, de 30 anos.

Um homem que foi espancado pelos manifestantes em Enfield também morreu no hospital na manhã desta quarta-feira.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros