Mundo Segunda-feira, 21 de Novembro de 2011, 11:00 - A | A

Segunda-feira, 21 de Novembro de 2011, 11h:00 - A | A

MARTE

Nasa lança mais audaciosa missão a Marte desde anos 70

Nasa enviará jipe rumo ao planeta vermelho para descobrir se lá existe ou existiu vida

VEJA.COM

Imagem da Internet

A imagem, cena do filme "Roving Mars", da Disney, mostra o jipe Opportunity no pôr do Sol marciano
No dia 25 de novembro, a Nasa vai lançar do Cabo Canaveral, na Flórida, a maior e mais audaciosa missão a Marte desde a década de 70. Trata-se do Mars Science Laboratory (MSL), um jipe de uma tonelada e do tamanho de um Fusca preparado para uma série de estudos sem precedentes. Se tudo der certo, o MSL pousará em solo marciano em agosto de 2012 para ajudar os cientistas a descobrir se lá existe ou já existiu vida e o que deve ser feito para que, daqui a décadas, uma missão tripulada alcance o planeta vermelho.

Batizado Curiosity, o jipe vai procurar os ambientes de Marte mais propícios à formação de vida. Para tanto, foi equipado com dez instrumentos capazes de localizar e analisar os ingredientes considerados essenciais à vida: água, energia na forma de luz ou calor e materiais orgânicos. Dos dez aparelhos, o mais importante pode detectar se uma amostra do solo ou da atmosfera possui moléculas orgânicas. Outros cuidarão de tomar medidas meteorológicas, fotografar o terreno, perfurar rochas, analisar minerais e buscar vestígios de água até dois metros abaixo da superfície.

O Curiosity também vai ajudar a determinar a quantidade exata de radiação cósmica na superfície de Marte, algo nunca medido antes. Esses dados ajudarão a desenvolver tecnologias para diminuir os efeitos da radiação em humanos e proteger futuros exploradores de Marte. O interesse da agência espacial americana revela que a intenção de enviar astronautas para o planeta é bastante séria. A coordenadora científica da Nasa, Gale Allen, vai além e acredita que o planeta possa abrigar a primeira colônia fora da Terra na segunda metade do século XXI. Para tanto, o reconhecimento de campo feito pelo Curiosity será fundamental.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros