Sábado, 25 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

Justiça Terça-feira, 27 de Setembro de 2016, 17:15 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 27 de Setembro de 2016, 17h:15 - A | A

ALTA PERICULOSIDADE

Piran tentou agredir Silval Barbosa na Casa Civil, narra decisão judicial

MAX AGUIAR

O ex-secretário da Casa Civil de Mato Grosso, Pedro Nadaf, que é réu confesso da Operação Sodoma, que investiga desvio de dinheiro público e cobrança de propina durante o governo Silval Barbosa (PMDB), contou em juízo que já presenciou Valdir Piran, empresário do ramo de factoring, tentando agredir o então governador Silval Barbosa (PMDB) no âmbito da Casa Civil.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

pedro nadaf

Nadaf não recebeu ordem de prisão desta vez por ter colaborado com o juízo

Em decisão, que mandou prender, autorizar busca e apreensões na quarta fase da Operação Sodoma, a magistrada Selma Arruda considerou como “notícia bastante chocante”. Ela detalha que a tentativa de agressão foi narrada por Nadaf.  A magistrada ainda confirma no documento que Nadaf tem medo de Piran, devido seu jeito agressivo e violento.

 

“O interrogando (Nadaf) tem medo de Valdir Piran pois sabe que é pessoa muito perigosa e agressiva, motivo pelo qual teme pela sua vida, bem como pela vida da sua família, pois já presenciou Valdir Piran tentando agredir o ex-governador Silval Barbosa na Casa Civil", descre a juíza em um trecho da sua decisão.

 

A magistrada argumenta o motivo pelo qual decidiu pela prisão de Piran. “É inegável que esta notícia revela que Valdir se tratar de pessoa agressiva e violenta, que não mede as consequências de seus atos ao ter seus interesses contrariados. Observe que sequer a figura do governador do Estado foi respeitada. Indaga-se: o que poderá fazer contra as testemunhas ou colaboradores?”, pontua Selma.

 

Selma ainda cita que Piran já se envolveu em outros episódios. “Valdir  Piran é pessoa que já se envolveu e vários episódios sombrios e emblemáticos em Mato Grosso, inclusive em escândalos envolvendo o conhecido comendador Arcanjo. Ele é proprietário de empresas, dentre elas a Piran Factoring, é notoriamente conhecido pelo emprego de meios violentos de cobrança, desde a época em que Mato Grosso convivia com a Máfia da cobrança”, detalha a juíza.

 

“A índole especialmente violenta deste personagem também indica que se trata de sujeito periculoso, que deve ser mantido em cárcere como meio de assegurar a ordem pública. É imprescindível que as testemunhas e colaboradores tenham serenidade suficiente para virem a juízo confirmar ou não suas versões. Para tanto, não há outra saída, senão a decretação da medida extrema”, concluiu.

 

Prisão

 

PJC

piran e arnaldo

Piran foi preso em Brasília na manhã de segunda-feira (26)

Valdir Piran foi um dos presos na operação Sodoma fase quatro. Ele estava em sua casa quando o mandado foi cumprido, em Brasília. Além disso, em sua casa foi encontrado dentro de um cofre com uma pistola ponto 40, várias munições e relógios.

 

Ele permanece em Brasília e deve chegar ainda esta semana em Cuiabá, onde ficará detido no Centro de Custódia de Cuiabá. Lá em Brasília, a polícia também prendeu Arnaldo Alves, ex-secretário de Planejamento de Mato Grosso na gestão Silval Barbosa.

 

A Operação 

 

O foco da Operação Sodoma  é o suposto desvio de dinheiro público realizado através de uma das três desapropriações milionárias pagas pelo governo Silval Barbosa  durante o ano de 2014. Os trabalhos de investigações iniciaram há mais de um ano.

 

As diligências realizadas, segundo a Defaz, evidenciaram que o pagamento da desapropriação do imóvel conhecido por Jardim Liberdade, localizado nas imediações do Bairro Osmar Cabral, em Cuiabá, no valor total de R$ 31.715.000,00 à empresa Santorini Empreendimentos Imobiliários Ltda., proprietária do imóvel, se deu pelo propósito específico de desviar dinheiro público do Estado, em "benefício da organização criminosa liderada pelo ex-governador Silval Barbosa".

 

Segundo a Defaz, ficou comprovado na investigação que participaram dessa fraude além de Silval Barbosa, Pedro Jamil Nadaf (ex-secretario-chefe da Casa Civil), Francisco Gomes de Andrade Lima Filho (procurador de Estado aposentado), Marcel de Cursi (ex-secretário de Fazenda), Arnaldo Alves de Souza Neto (ex-secretário de Planejamento), Afonso Dalberto (ex-presidente do Intermat), além do proprietário do imóvel Antonio Rodrigues Carvalho, seu advogado Levi Machado, o operador financeiro Filinto Muller e os empresários Valdir Piran e Valdir Piran Junior.

 

Para prestarem depoimentos, foram conduzidos coercitivamente Valdir Piran Junior, Eronir Alexandre, Marcelo Malouf, José Mikael Malouf, Willian Soares Teixeira, Ademir Beraldi, Eliane Maria da Silva, Catarino José da Silva Neto e Alan Malouf, além do cumprimento de buscas e apreensão em residências e empresas dos investigados.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Cuiabano 27/09/2016

Imaginem 20 juízes com o quilate da Dra Selma, mato grosso seria passado a limpo.

positivo
0
negativo
0

Carlos Nunes 27/09/2016

ih! Essa estória tá parecendo estória da máfia...e máfia não perdoa, tem um bando de agiotas, que emprestam dinheiro e depois cobram na marra; se brincar morre. A que ponto chegamos em MT. Alguns políticos para se eleger, emprestam dinheiro até do d...; e depois não tem jeito de pagar, só passando a mão no dinheiro, inventando manobras e mais manobras, numa rede de corrupção digna de filmes de Hollywood. É como dizia a pastora Yonara, que apareceu em monte de TV's contando uma estória: dois Anjos apareceram enquanto ela dormia, a retiraram do corpo, e a levaram para conhecer o inferno. Lá numa sala tinha uma mesa comprida, na cabeceira estava sendo o próprio d...; e chegavam pessoas e mais pessoas, que sentava à mesa, conversavam com o d... e saiam. E os Anjos disseram: esses são políticos, que também saem do corpo enquanto dormem, vem aqui, e trocam a Alma pelo poder e pelo dinheiro...vão virar funcionários do d..., porque depois ele cobra muito caro. Vote! Deve ser por isso que a Corrupção virou uma praga nacional, o chefão é o d... (não é bom nem falar o nome, que dá um azar danado). Salve DEUS! Graças a DEUS! Louvado seja Nosso Senhor JESUS CRISTO! Amém.

positivo
0
negativo
0

karibalde 27/09/2016

quero ver pirana qui em poxoreu ser valente manda vir aqui aqui nois manda e depois conversa

positivo
0
negativo
0

3 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros