Sábado, 15 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,38
euro R$ 5,76
libra R$ 5,76

Justiça Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 14:39 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 14h:39 - A | A

DIFICULDADES

MPF vai investigar demora na entrega de laudos em Sinop

Em abril deste ano, o MPF esteve reunido com a diretoria da Politec de Sinop que narrou, em síntese, que não possui autonomia para fazer o remanejamento de profissionais

RAYNNA NICOLAS
Da Redação

O Ministério Público Federal (MPF) abriu inquérito civil para apurar a demora na entrega de laudos de corpo de delito a alvos da Polícia Federal em Sinop (500 km de Cuiabá). De acordo com denúncias encaminhadas ao órgão, os documentos não estão sendo entregues a tempo das audiências de custódia que ocorrem até 24 horas após a prisão.

Na portaria publicada nesta segunda-feira (10), o procurador Paulo Taek anotou que foram feitos acompanhamentos iniciais quanto à demanda. Em abril deste ano, o MPF esteve reunido com a diretoria da Politec de Sinop que narrou, em síntese, que não possui autonomia para fazer o remanejamento de profissionais com relação aos servidores disponíveis para cadastramento dos laudos.

Ao converter o procedimento em inquérito, Taek defendeu a necessidade de obter mais informações quanto à disponibilização do resultado dos exames.

Nesse sentido, ele despachou também perguntas que devem ser esclarecidas pela Politec de Sinop.

Os questionamentos incluem quantos servidores estão lotados na unidade e quantos realizam exames de delito; quantos laudos de corpo de delito foram produzidos em 12 meses pela Perícia Técnica e quantos foram produzidos no regime de plantão; quantos servidores elaboram os laudos e quantos fazem isso no plantão; em ate quanto tempo os laudos são disponibilizados e se há alguma dificuldade na produção.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros