Quarta-Feira, 12 de Fevereiro de 2020, 10h:41

Tamanho do texto A - A+

MP investiga supostos atos arbitrários de Abílio durante visita a hospital São Benedito

Por: FERNANDA ESCOUTO

O Ministério Público Estadual (MPMT) abriu um inquérito civil para investigar supostos atos de improbidade administrativa cometidos pelo vereador por Cuiabá Abílio Junior (PSC).

Marcos Lopes/HiperNotícias

promotor/Patrimônio Público/Clovis de Almeida/operação aprendiz

 

A portaria, publicada nesta quarta-feira (12), é assinada pelo promotor de Justiça Clóvis de Almeida Junior, do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa.

De acordo com o representante do MPMT, o vereador pode ter praticado atos arbitrários em sua ida ao Hospital Municipal São Benedito, na Capital.

Inclusive, esse é um dos itens elencados no pedido de cassação contra Abílio. Em setembro de 2019, ele foi à unidade de Saúde para fiscalizar o local, entretanto para o diretor do hospital e suplente do vereador na Casa de Leis, Oséas Machado, Abílio abusou das prerrogativas constitucionais previstas para sua função, quando revirou gavetas, constrangeu funcionários e expôs pacientes em vídeos divulgados nas redes sociais.

O relatório do processo de cassação está sendo lido nesta quarta-feira (12) e será votado pela Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Municipal ainda hoje. 

Ainda na portaria, Clóvis de Almeida solicita que Abílio seja oficiado “para, querendo, se manifestar acerca das alegações que sobre si recaem, no prazo de dez dias”.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei