Quinta-Feira, 30 de Novembro de 2017, 14h:20

Tamanho do texto A - A+

Justiça manda prender Taborelli em ação por abuso de poder

Por: JESSICA BACHEGA

O juízo da Vara de Execuções Penais de Cuiabá, Geraldo Fidelis, determinou a prisão do ex-deputado Pery Taborelly por descumprimento de medidas cautelares. O ex-parlamentar não compareceu a audiência marcada e também não foi localizado no endereço indicado.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

coronel taborelli

 Pery Taborelli foi condenado por abuso de poder

A decisão é do dia 31 de outubro e o mandado de prisão foi expedido no dia 10 de novembro e encaminhado ao delegado dop Serviço da Polícia Interestadual (Polinter). 

 

A determinação é referete a ação por abuso de autoridada na qual o ex-deputado foi condenado em 2014. Ele recebeu a pena de quatro anos e dois meses de prisão, além de perder cargo político e estar inabilitado para ocupar funções públicas por três anos. Taborelli recorreu da decisão e conseguiu recuzir a pena para dois anos e multa de R$ 30 mil, em 2017.

 

Com a codenação Taborelly está obrigado a informar mudança de endereço e comparecer ás audiêcias designadas. O não cumprimento das medidas acarretariam em prisão.

 

Consta na ação de abuso de poder que Taborelli apreendeu adolescentes sem motivo aparente e exagerou de seu poder policial, transportando os menores no porta malas da viatura. A ação também narra que o militar agrediu uma adolescente: "puxou-a pela calça, esta se debateu e ele puxou-a com força, rasgando sua blusa e expondo seus seios para a população".

 

Leia também

Advogado afirma que Taborelli não é inelegível porque não houve enriquecimento ilícito

 

 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto




Últimas Notícias