Sábado, 13 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

Justiça Sexta-feira, 14 de Junho de 2024, 08:09 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sexta-feira, 14 de Junho de 2024, 08h:09 - A | A

PORTE DE ARMA SUSPENSO

Justiça concede liberdade a sargento flagrada atirando contra batalhão da PM

Jane Rodrigues Mendes Ribeiro foi detida em flagrante na noite de terça-feira (11) enquanto atirava contra a 32ª Companhia Independente da PM de Nova Xavantina (649 km de Cuiabá)

RAYNNA NICOLAS
Da Redação

O juiz Moacir Rogério Tortato, da 11ª Vara Criminal de Cuiabá, concedeu liberdade provisória à sargento da Polícia Militar Jane Rodrigues Mendes Ribeiro. Em contrapartida, durante audiência de custódia nesta quinta-feira (13), o magistrado determinou a suspensão do porte de arma da policial. Equipamento deve permanecer sob posse do superior dela. 

Jane Rodrigues Mendes Ribeiro foi detida em flagrante na noite de terça-feira (11) enquanto atirava contra a 32ª Companhia Independente da PM de Nova Xavantina (649 km de Cuiabá). 

LEIA MAIS: Sargento atira contra Batalhão da PM depois de brigar com marido em casa; veja vídeo

Segundo o registro, ela iniciou os disparos após uma briga com o marido, que também é policial militar. Eles discutiram e, depois do desentendimento, ela saiu de casa, foi até o batalhão e iniciou os disparos.

Em depoimento, o marido da militar alegou que, quando discutiam, a esposa teria efetuado um disparo em sua direção.

Câmeras de segurança registraram o momento em que a militar se dirige até a unidade a pé. Próximo à entrada, ela aponta a arma para a unidade e inicia os disparos.

Ao analisar a prisão, o juiz Moacir Rogério Tortato considerou que a periculosidade do caso estaria intimiamente ligada ao porte de arma, portanto sendo cabível a substituição da prisão pela cautelar de suspensão do acesso ao armamento.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros