Terça-feira, 21 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

Justiça Quinta-feira, 04 de Agosto de 2016, 16:11 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quinta-feira, 04 de Agosto de 2016, 16h:11 - A | A

AUDITORIA

Irregularidades são sanadas e gestores do TCE tem contas aprovadas

REDAÇÃO

As contas anuais de gestão do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, sob responsabilidade dos desembargadores Orlando de Almeida Perri e Paulo da Cunha, referentes ao exercício financeiro de 2015, foram consideradas regulares com recomendações e determinações legais pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT). A decisão foi tomada durante sessão ordinária do Pleno da Corte de Contas realizada na terça-feira (02). O processo teve como relator o conselheiro Sérgio Ricardo.

 

Mayke Toscano/HiperNotícias

sessão/tce/sérgio ricardo

 Conselheiro Sergio Ricardo

A equipe de Auditoria da Secretaria de Controle Externo da 5ª Relatoria apontou a existência de cinco irregularidades, que foram sanadas parcialmente durante a fase de defesa. O que levou o procurador Gustavo Coelho Dechamps, do Ministério Público de Contas, opinar pela regularidade das contas anuais de gestão do TJMT, referentes ao exercício de 2015, com aplicação de multas regimentais, expedição de determinações e recomendações legais.

 

Uma das determinações feitas ao atual gestor TJMT, desembargador Paulo da Cunha, é que nas futuras licitações a instituição formalize instrumento para contratações cujos valores estejam compreendidos nos limites das modalidades Concorrência e Tomada de Preços, segundo o art. 62, da Lei de Licitações, bem como recomendou que sejam adotados mecanismos que assegurem a fiscalização e o acompanhamento dos contratos do órgão.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros