Segunda-feira, 24 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,81
libra R$ 5,81

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,42
euro R$ 5,81
libra R$ 5,81

Justiça Terça-feira, 16 de Outubro de 2018, 08:26 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 16 de Outubro de 2018, 08h:26 - A | A

APOIO DA CORREGEDORIA

GAECO prende delegado e dois policiais acusados de tortura contra detentos

REDAÇÃO

O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), composto por membros do Ministério Público, Polícia Civil e Polícia Militar e a Promotoria de Justiça de Colniza estão, neste momento, dando cumprimento a três mandados de prisão preventiva em Colniza, expedidos pelo juízo da comarca, em face do delegado de Polícia e dois investigadores do município. As prisões foram determinadas pelo juiz da comarca contra o delegado de polícia Edison Ricardo Pick e dois investigadores do município.

 

Alan Cosme/Hipernotícias

gaeco operacao pao e circo

 

As investigações estão em curso e apuram a prática de crimes de tortura cometidos pelos implicados na comarca de Colniza. Os cumprimentos dos mandados de prisão contam com o apoio e acompanhamento integral da Corregedoria Geral de Polícia Judiciária Civil do Estado de Mato Grosso.

 

Outro lado

 

Por meio de nota, a Polícia Juduciária Civil informou que a Corregedoria Geral da Polícia Judiciária Civil acompanhou o Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (GAECO), na manhã desta terça-feira (16), no cumprimento a mandados de prisão em desfavor de um delegado de polícia e dois investigadores lotados na Delegacia de Colniza. 

 

As ordens judiciais foram requisitadas pelo Ministério Público de Colniza. 

 

A Corregedoria da PJC prestou integral apoio e está se atendo aos fatos para adoção das medidas cabíveis em âmbito administrativo disciplinar.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros