Sábado, 25 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,17
euro R$ 5,61
libra R$ 5,61

Cidades Quarta-feira, 15 de Junho de 2016, 07:48 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 15 de Junho de 2016, 07h:48 - A | A

FATALIDADE

Caminhoneiro morre eletrocutado ao descarregar pedras próximo a rede de alta tensão

MAX AGUIAR

Um caminhoneiro de 39 anos morreu eletrocutado na terça-feira (14), após encostar seu caminhão em uma rede de alta tensão, em um depósito de construtora, em Rondonópolis (Distante 220km de Cuiabá). Sérgio Alves da Silva não cumpriu as regras da empresa e tentou descarregar pedras sem avisar horário para que fosse feito os trabalhos de precaução. 

 

Reprodução

ELETROCUTADO

 

As informações do contador do depósito, responsável por orientar o despejo da carga, aponta que todos os motoristas avisam com meia hora de antecedência que fará o despejo no local, para que ele chegue ao depósito e oriente o local adequado. Entretanto a vítima não teria feito isso.

Sérgio se aproximou muito da rede de alta tensão e acabou sendo eletrocutado. Ele não resistiu e morreu ainda no local. Os demais funcionários da empresa contou que o despejo do material é feito longe da rede para evitar esses tipos de ocorrências. Uma pá-carregadeira que é responsável para manejar a carga.

Uma equipe da Concessionária Energisa foi acionada e fez o desligamento da rede para que os peritos pudessem mexer no corpo que estava próximo ao veículo energizado.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi acionada e removeu o corpo ao Instituto Médico Legal (IML) para realização dos exames de necropsias. A Politec deve emitir um laudo em breve sobre os motivos do acidente.

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros