Artigos Terça-feira, 10 de Novembro de 2020, 15:04 - A | A

Terça-feira, 10 de Novembro de 2020, 15h:04 - A | A

MICHELY FIGUEIREDO

Nem intolerância e nem corrupção, Oscar Bezerra!

MICHELY FIGUEIREDO

REPRODUÇÃO

MICHELY FIGUEIREDO

 

Peço licença ao leitor para expressar a minha indignação diante das declarações infelizes e intolerantes dadas pelo ex-deputado e ex-prefeito de Juara, Oscar Bezerra (PV). Nesta terça-feira (10) circulou nas redes sociais um vídeo no qual Bezerra faz comentários indevidos contra um candidato a vice-prefeito da cidade a qual já governou simplesmente pelo fato de ele se declarar umbandista. Vale ressaltar aqui que Bezerra se converteu recentemente evangélico – não que todos sejam contrários à diversidade religiosa, mas a maior parte acredita que apenas a sua crença é a correta.

Bezerra disse que ser umbandista seria uma “restrição religiosa”. “O Nei, nós temos a restrição religiosa que ele é da umbanda. Isso eu como cristão, e agora evangélico, me preocupo. Juara tem mais ou menos nove mil evangélicos que votam, eu não consigo dimensionar como seria para um evangélico concordar com isso", disse, se referindo ao candidato a vice-prefeito na chapa de Carlos Sirena (DEM), Valdinei Holanda, o Nei da Farmácia (PSL).

Ainda de acordo com reportagem feita pelo site HNT, o ex-prefeito afirmou que caso Nei chegue até a prefeitura, o fato de ser umbandista pode trazer “ares muito ruins” para a cidade.

O ex-deputado, ao ser questionado pela reportagem, declarou não se tratar de intolerância religiosa, mas de liberdade de expressão. É lamentável ver que pessoas como Oscar Bezerra já representaram uma parcela do eleitorado, seja na Assembleia Legislativa, seja na Prefeitura de Juara.

Sabe o que traz “ares ruins” para a cidade, ex-deputado? Ser comandada por administradores corruptos. O senhor deveria justamente adotar discurso tão ferrenho contra as práticas ilícitas, contra o desvio do dinheiro público e todo tipo de maracutaia que permeia o meio político.

Justamente pelos postos que já ocupou deveria adotar o discurso de tolerância, respeitando a Umbanda, que é uma religião genuinamente brasileira e que também segue os princípios cristãos. A umbanda nada mais é do que a manifestação do espírito para a caridade, sob a égide do amor ao próximo.

Quem realmente crê em Cristo não segrega, não julga, não é intolerante. O ex-deputado, que enche o peito para dizer que é evangélico, deveria se preocupar mais em conhecer os ensinamentos cristãos que pregam principalmente o amor a Deus e ao próximo, não importando se ele é umbandista, homossexual, negro, favelado ou marginalizado.

Na verdade, acredito que o ex-deputado peque pelo desconhecimento. E é mais fácil atacar do que procurar saber o que realmente significa ser umbandista. A Umbanda é respeito à natureza, é inclusão, é amor, é dedicação, é caridade, é encontrar aquilo de mais belo que compõem o ser humano.

Oscar Bezerra, não consigo enxergar “ares ruins” para uma cidade quando esses são os princípios que norteiam os umbandistas. Chega de demonizar o que é diverso, chega da intolerância que mata, chega da segregação que aniquila. CHEGA DE IGNORÂNCIA. Basta! Depois de todos os ensinamentos que 2020 trouxe, espero que o senhor tenha condições de rever os seus conceitos tacanhos.

E quanto a comunidade umbandista, o que resta é seguir lutando contra o desconhecimento e o preconceito que ainda existe mesmo depois de 112 anos da fundação da Umbanda.

(*) MICHELY FIGUEIREDO é umbandista e jornalista em Mato Grosso

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do site de notícias www.hnt.com.br

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Alexsandra 10/11/2020

Lei nº 9.459 art. 20 (“Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional”),

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros