Terça-feira, 21 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

Política Domingo, 09 de Outubro de 2016, 16:54 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Domingo, 09 de Outubro de 2016, 16h:54 - A | A

EVIDÊNCIA E PODER

Reeleição de Lucimar dá sobrevida política à Família Campos

NOELMA OLIVEIRA

A vitória nesta eleição da prefeita Lucimar Campos (DEM) para um segundo mandato à frente do segundo maior colégio eleitoral de Mato Grosso dá sobrevida política à Família Campos. Por três pleitos consecutivos, o grupo político perdeu em Várzea Grande. O município é a terceira maior economia de Mato Grosso.

 

Mesmo hoje na condição de reeleita, na eleição de 2012 Lucimar perdeu a corrida para o Paço Couto Magalhães para o ex-deputado e prefeito cassado, Wallace Guimarães (PMDB). A Justiça Eleitoral condenou o peemedebista por gastos ilícitos na campanha de 2012. Com  isso, assumiu a segunda colocada em maio de 2015.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

lucimar campos

Prefeita Lucimar Campos foi reeleita com 76% dos votos válidos

Tradicional na política mato-grossense, integrantes da Família Campos já ocuparam os principais cargos governo de Mato Grosso e no Congresso Nacional. Os irmãos Júlio Campos e Jayme Campos estiveram à frente do Palácio Paiguás e exerceram mandatos de prefeito de Várzea Grande, deputado federal e senador. 

 

Porém, na última década, os Campos encolheram a sua participação na política de Mato Grosso, começando por Várzea Grande, principal base eleitoral da família. Além de Júlio e Jayme, pai, primo e correligionários ocuparam a prefeitura do município dentro do grupo político.

 

Na eleição de 2004, Jayme indicou à disputa pela Prefeitura de Várzea Grande o seu ex-aliado Wallace Guimarães, após o recuo do seu primo no meio do processo eleitoral, Campos Neto, hoje conselheiro do Tribunal de Contas. Wallace assumiu a corrida e terminou em segundo lugar. Perdeu por menos de mil votos para o eleito, à época, Murilo Domingos.

 

Foi uma eleição apertada. Wallce obeteve 49.525 votos contra 50.113 votos de Murilo. Quatro anos depois, Júlio Campos concorreu contra Murilo Domingos e Nico Baracat. O então prefeito foi reeleito. Em 2012, perdeu com Lucimar em número de votos e ganhou depois na Justiça.

 

A eleição de Lucimar, este ano, com mais de 76,16% dos votos válidos coloca novamente a Família Campos em evidência na política do Estado.

 

A oposição no município se dividiu com outras três candidaturas. O coronel aposentado Pery Taborelli (PSC) ficou 16,46% dos votos contra 6,79% de Alan da Top Gás (PV) e MIlton Dantas, o Miltão (Psol), alcançou 0,59% ou 747 votos.

 

Apesar do DEM fazer parte da base do governo de Mato Grosso, o governador Pedro Taques (PSDB) não participou de atividades de campanha da prefeita reeleita, fato que coloca os Campos no caminho da retomada política no município e, consequentemente, no Estado.

 

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros