Política Quarta-feira, 21 de Setembro de 2011, 08:54 - A | A

Quarta-feira, 21 de Setembro de 2011, 08h:54 - A | A

GRUPO POLÍTICO

Prefeito de Várzea Grande diz que tem apoio de vereadores e empresários

Tião da Zaeli diz que a administração pública porque tudo demora para ser planejado e realizado; prefeito interino é empresário e tenta levar à frente uma gestão menos conturbada

NOELMA OLIVEIRA

Mayke Toscano/Hipernotícias

Após uma relação turbulenta com a Câmara, o prefeito interino de Várzea Grande, Sebastião Gonçalves, o Tião da Zaeli (sem partido), afirma manter um bom diálogo com os vereadores.  

“Os vereadores têm contribuído bastante com a administração e nós hoje não temos nenhuma dificuldade. Nós mandamos várias leis e fizemos vários encaminhamentos e fomos atendidos”, relata o chefe do Executivo.

Tião reassumiu a Prefeitura de Várzea Grande há dois meses por decisão judicial. A Justiça afastou o prefeito eleito, Murilo Domingos (PR), por improbidade administrativa. Este ano é a quinta mudança de prefeito que ocorre na cidade, que vive também, além da crise financeira, uma instabilidade política.

No primeiro trimestre, Murilo e Tião, então vice-prefeito, foram afastados do cargo pela Câmara de Vereadores para que fossem investigados de possíveis irregularidades cometidas na administração pública.

Por 45 dias, a cidade foi administrada pelo ex-presidente da Câmara, João Madureira (PSC). Dias depois a Justiça concedeu o direito de Tião reassumir a prefeitura e em outra decisão, Murilo retomou ao cargo.

De origem empresarial, este é o primeiro mandato eletivo de Tião. Ele não esconde que a instabilidade política incomoda muito e atrapalha a gestão pública.

“Esta situação incomoda porque eu não desenvolvo um trabalho da maneira que gostaria. A administração pública tem uma característica de ser muito morosa e precisamos de planejamento, quando começamos a planejar e entender a prefeitura, buscar uma reorganização para ter uma dinâmica com administração pública, eu saio do cargo”, explica Tião se referindo a decisões para deixar a função.

Tião avalia que está muito bem politicamente. “Eu tenho um grupo muito forte que me apoia em VG e são pessoas que não precisam de nenhum contrato com a prefeitura, não precisam aparecer, não precisam de cargos”, diz.

Segundo ele, este grupo que não quer aparecer, quer apenas opinar para que a cidade tenha um novo momento. Ele afirma ter também uma relação tranquila com o governo do Estado.

“O governo tem compromisso com Várzea Grande e tem demonstrado isso. Já tem algumas ações na estrutura da cidade que vai começar agora em parceria com o governo”, esclarece o prefeito.

“Tenho hoje o respaldo da Assembleia Legislativa. Eu estou junto com o deputado Riva”, acrescentou.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros