Quarta-Feira, 01 de Julho de 2020, 10h:00

Tamanho do texto A - A+

Pinheiro não descarta possibilidade de um hospital de campanha para pacientes com Covid-19

Por: WELLYNGTON SOUZA

O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) não descartou a possibilidade para a construção de um hospital de campanha na Capital para auxiliar no atendimento de pacientes diagnosticados com a Covid-19, o coronavírus, desde que tenha ‘liderança’ do governador Mauro Mendes (DEM).

Gilberto Leite

cb5e85549af7084ac5aea6fa0c5024f0.jpg

 Emanuel Pinheiro e o governador Mauro Mendes 

“Se houver liderança do Estado que tem uma condição maior para isso, tudo bem, por que a parte que Cuiabá se comprometeu no Plano Municipal de Prevenção e Mitigação da Covid-19 nós estamos fazendo. Nós estamos em plena condição para discutir com o governo do Estado e com o governo federal qualquer medida que seja para salvar vidas, mesmo que seja para construção de um hospital de campanha”, disse nesta terça-feira (30) durante entrega da passarela em frente ao Terminal Rodoviário Cássio Veiga de Sá.

Para Pinheiro, Cuiabá fez o dever de casa e diminuiu o número de casos confirmados de coronavírus com relação ao número total de casos do estado, destacando que no início da pandemia o índice era de 64% e atualmente caiu para 24%.

“Isso mostra que Cuiabá se planejou e agora está precisando ajudar o estado inteiro por ser a mãe de todos os municípios. Estamos investindo nas atenções básicas de Saúde para testagem em uma parceria com o IFMT campus Bela Vista. Nossa meta é ter 350 testes por dia. E também vamos iniciar a distribuição do ‘Kit-Covid’ que deverá ser entregue sob prescrição médica e com autorização por escrito do paciente com sintomas leves da doença”, ressalta.

Novos leitos

O emedebista destacou que a prefeitura deve instalar 40 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para pacientes com o coronavírus. Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde tenta aquisição de 120 bombas de infusão que são utilizadas nos respiradores dos hospitais de referência da Covid-19.

“Estamos correndo contra o tempo e até o final dessa semana nós iremos abrir e colocar em funcionamento 20 leitos, e dentro dos próximos dias, conseguindo as bombas de infusão abriremos os outros 20 leitos. Tudo isso só foi possível graças ao empenho do deputado federal Emanuelzinho junto ao Ministério da Saúde e o apoio do governo do estado. Vamos intensificar os atendimentos de pacientes que estão em casos moderados e graves”, concluiu. 

Casos em Cuiabá

Ocupando o primeiro lugar entre as cidades com mais número de infectados pela Covid-19, Cuiabá possui 2890 casos e 170 óbitos em decorrência da doença, de acordo com o boletim divulgado pela secretaria estadual de Saúde nesta terça-feira (30). 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei







Mais Comentadas