Política Sexta-feira, 28 de Outubro de 2011, 18:10 - A | A

Sexta-feira, 28 de Outubro de 2011, 18h:10 - A | A

REAÇÃO

Grupo adversário de Taques recorre à Justiça contra congresso do PDT

O ex-secretário-geral do PDT, Dito Labamba, que lidera oposição ao senador diz que vai entrar com recurso para evitar congresso que pode referendar Pedro Taques na presidência do partido

NOELMA OLIVEIRA

 

Mayke Toscano/HiperNoticias

Senador atualmente a presidência do partido em Mato Grosso por indicação da cúpula nacional

 

Uma nova queda-de-braço se desenha no PDT de Mato Grosso. Presidido pelo senador Pedro Taques (PDT), o partido realiza neste sábado (29) o Congresso Estadual para sacramentar a recondução do parlamentar na presidência do diretório do Estado. Em contrapartida, um grupo que tinha o controle da sigla até a indicação de Taques, pela direção nacional, promete reagir com dois recursos para impedir a convenção.

O ex-secretário-geral do PDT em Cuiabá, o ex-vereador Dito Labamba, está à frente do mandado de segurança, que tenta impedir a realização do congresso. Labamba foi destituído junto com a direção do partido na Capital. Ação se baseia no estatuto da sigla, no artigo 38, parágrafo único, que trata da convenção partidária.

Com base neste item, o grupo contrário a permanência de Taques no comando da sigla alega que para realizar convenção o partido tem que ter no mínimo 20% dos diretórios municipais organizados. Porém, o argumento é que a agremiação conta com 124 comissões provisórias, o que não atende ao estatuto do partido.

Os “destituídos” também alegam que não foi dada ampla divulgação ao Congresso Estadual. Eles consideram uma ação arbitrária do diretório estadual. Outra medida tomada por este grupo é o pedido de anulação da convenção, caso o mandado de segurança não tenha uma definição até o final do evento na tarde desta sexta-feira (28). Apenas uma chapa foi inscrita. Taques chegou ao comando do PDT em março passado por indicação da direção nacional da legenda.

O diretório estadual argumenta que “o edital de convocação para inscrição das chapas da convenção foi publicado no Diário Oficial do Estado no dia 13 de outubro deste ano e também no jornal de circulação diária Folha do Estado. De acordo com o edital, o prazo para a inscrição das chapas encerrou-se no dia 24 de outubro, às 18h. Apenas a chapa “Leonel Brizola Vive” se inscreveu”. Esta chapa é a liderada por Pedro Taques.

O atual comando da sigla também diz que uma das exigências para a eleição do novo diretório está sendo atendida, já que todas as regiões do Estado estão sendo contempladas nesta chapa. Paralelamente, ao Congresso Estadual, o PDT está oferecendo curso de formação política aos seus membros.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros