Sábado, 13 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

Política Segunda-feira, 31 de Outubro de 2022, 09:56 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 31 de Outubro de 2022, 09h:56 - A | A

APOIOU BOLSONARO

"Estado tem capacidade de caminhar com as próprias pernas, mas parceria com governo federal é importante", avalia Mendes

Declaração foi dada em entrevista à Rádio Jovem Pan, ocasião em que foi perguntado sobre como seria a relação com Lula (PT)

ALEXANDRA LOPES
Da Redação

O governador Mauro Mendes (UB) participou, nesta segunda-feira (31), de uma entrevista na Rádio Jovem e repercutiu como será a relação do governo estadual com o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) após a derrota de Jair Bolsonaro (PL) no segundo turno. Mendes, que apoiou a candidatura do “capitão”, afirmou que Mato Grosso tem capacidade de andar com as próprias pernas, sem precisar de depender das verbas federais.

Na entrevista, ele destacou que assumiu o Estado em 2019 totalmente desequilibrado com contas, salários e décimo terceiro atrasados. Ressaltou que foi preciso fazer uma ajuste fiscal duro para que o Estado pudesse entregar aquilo que era necessário ao cidadão. De acordo com Mendes, a capacidade de se investir foi recuperada, destacando que o Estado fechou dois anos consecutivos investido em algumas áreas 15% da capacidade corrente líquida, lembrando que o mesmo é previsto no orçamento do próximo ano. Contudo, Mendes pondera que a parceria com o governo federal é importante para reforçar os investimentos em prol da população. 

“Se Deus quiser, o nosso Estado vai caminhar com nossas próprias pernas. O nosso Estado construiu sua capacidade com as próprias receitas e tem condições de cumprir o seu papel perante o cidadão. Claro que o relacionamento com o governo federal, ele é importante, porém, nós não somos mais um estado dependente de uma relação ou de verbas que eventualmente possam ou não liberadas por parte da União. Por isso que eu acredito que nós vamos continuar aqui nesse canto mantendo um ritmo acelerado de investimento e crescendo nosso PIB”, declarou.

No segundo turno, Mendes participou mais efetivamente das eleições presidenciais. Em diversos discursos, mostrou-se preocupado com a possibilidade da vitória da esquerda, colocando que se o Brasil desse essa guinada à esquerda, o país poderia sofrer consequências sérias no âmbito da economia, como Argentina e Venezuela.

LEIA MAIS: Mendes pede a Deus que abençoe o país nos próximos quatro anos e evita ataques

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Walter 31/10/2022

A parceria com o Lula vai ser fundamental para MT. Espero que vc tenha a decência de procurar o presidente eleito para conversar e dialogar.

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros