Política Quarta-feira, 10 de Agosto de 2011, 09:00 - A | A

Quarta-feira, 10 de Agosto de 2011, 09h:00 - A | A

CUTUCADA

Deputado afirma que governo cometeu falhas nas negociações com grevistas

José Riva também não quis apontar culpados para as mortes dos prefeitos, mas reconhece que Segurança Pública precisa de melhorias

HÉRICA TEIXEIRA
herica@hipernoticias.com.br

 

Mayke Toscano/Hipernoticias
Em qualquer evento, José Riva aproveita para criticar o governo e azedar ainda mais o relacionamento entrte pdoeres

 

O presidente da Assembleia Legislativa, José Riva (PP), voltou a criticar o Governo do Estado que, segundo ele, cometeu falhas na condução de negociações com as categorias em greve. Riva argumenta que alguns servidores foram beneficiados com reajustes exigidos e outros, não.

Para Riva, a greve de policiais civis, e servidores da Sema e Detran prejudicou a população e tem que chegar ao fim. O presidente da Assembleia esteve na manhã desta terça-feira (9), na Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), onde participou de evento com os prefeitos de Mato Grosso.

Riva afirma que é preciso que o Governo assuma que houve erro na renegociação com as categorias e que as conversas sejam retomadas. “Temos que admitir que houve erro nessa renegociação. Neste momento a palavra do governador para as categorias seria bem-vinda”, argumentou.

Riva disse ainda que a conversa com o secretário de Administração, César Zilio, e os demais secretários são improdutivas, já que a greve não chega ao fim. “Conversa do secretário de Administração e do secretário de cada pasta com acompanhamento da Assembleia, estão sem resultados”,pontuou.

No final da manhã, o Governo do Estado conseguiu convencer servidores da Sema em retonrar ao trabalho e reiniciar negociações. Mas, segundo informações, os valores de reajustes prometidos serão mantidos.

DOCUMENTOS

Riva está disposto a questionar algumas secretarias sobre os serviços realizados e se todas as ações estão em acordo com as normas.

Os deputados aprovaram na última semana requerimentos do presidente da Assembleia Legislativa, pedindo informações sobre as ações administrativas das secretarias de Segurança Pública (Sejusp); de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh); de Transportes e Pavimentação Urbana; de Saúde e da Comunicação Social.

Riva salientou que não pediu documentos por acreditar em irregularidades nas secretarias, mas por ação rotineira da Casa, que é de vistoriar. “O papel da Assembleia é fiscalizar, nada de anormal nisso”, concluiu.


EXECUÇÕES

José Riva evitou apontar culpados para as mortes de dois prefeitos nos últimos 15 dias, mas reconheceu que a Segurança Pública de Mato Grosso precisa de melhorias.

“Não podemos querer culpar ninguém por causa das mortes dos prefeitos, temos que punir, tentar encontrar os culpados, como forma de dar segurança a população. Sou crítico e acho que a segurança pública tem que melhorar muito, mas culparmos morte do prefeito por questão de segurança é uma distância muito grande” avaliou.

O presidente classificou os crimes como sendo de pistolagens, e defende prisão dos bandidos para colocar o Estado em ordem.


 

 

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Ailton 10/08/2011

rsrs parece piada, colocar na cadeia os responsáveis pela morte dos prefeitos rsrs, é incrível, até parece que com esse modelo de lei existente no Brasil esses responsáveis vão ficar na cadeia, bem pensando bem, talvês até fique por um período maior mas simplesmente por ter executado um ou outro prefeito, porque se é um pobre coitado, não demora muito o assassino não fica muito tempo mesmo...

1 comentários

1 de 1

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros