Terça-feira, 25 de Junho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,39
euro R$ 5,79
libra R$ 5,79

Polícia Segunda-feira, 05 de Novembro de 2018, 14:11 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 05 de Novembro de 2018, 14h:11 - A | A

ENCONTRADA POR PESCADOR

Universitária encontrada em rio se formaria engenheira em 17 dias

LUIS VINICIUS

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga a morte da universitária Edineia Batista Marques, 24 anos, encontrada morta às margens do Rio Cuiabá, na manhã de quinta-feira (1), no bairro Ponte Nova, em Várzea Grande.

 

Reprodução

Edineia Marques.jpg

 

A vítima estudava Engenharia Civil, na Universidade de Cuiabá (Unic), da Avenida Barão de Melgaço, em Cuiabá. Familiares disseram que, na data da morte, Edineia estava há 17 dias de se formar. Os parentes informaram que dias antes de morrer, a universitária estava ansiosa para os preparativos de conclusão do curso.

 

Já outras pessoas próximas da mulher, disseram que ela apresentava sintomas de depressão. No entanto, ainda não há nenhuma confirmação se Edineia provocou a morte ou se foi assassinada. Para apontar a causa da morte, os investigadores aguardam o exame de necropsia da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

 

Edineia era moradora do bairro Vila Arthur, em Várzea Grande. O corpo dela foi encontrado por um pescador, que acionou a polícia. O cadáver tinha um hematoma na costela.

 

A vítima estava com a camisa levantada e de calça. Em um dos bolsos, as agentes encontraram a chave de um carro, o que levantou a hipótese de latrocínio.  Os policiais localizaram o veículo VW Gol, da vítima, nas proximidades da Ponte Mário Andreazza, também em Várzea Grande. No automóvel, os agentes não acharam nenhum vestígio que poderia apontar as causas da morte de Edineia. O carro será periciado pela Polícia Civil.

 

O caso está sendo investigado pelo delegado da DHPP, Gustavo Belão. Até a publicação da matéria, ninguém havia sido preso ou identificado.

 

 

Leia mais

 

 

Corpo de mulher é encontrado boiando no rio Cuiabá

 

 

Politec identifica corpo de mulher encontrada às margens do Rio Cuiabá

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros