Quinta-Feira, 13 de Fevereiro de 2020, 09h:30

Tamanho do texto A - A+

PM e namorada são presos por associação e tráfico de drogas; mulher é integrante do Comando Vermelho

Por: LUIS VINICIUS

Um policial militar e a sua namorada foram presos em flagrante suspeitos de associação ao tráfico e tráfico de drogas, na noite de quarta-feira (12), na cidade de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá). A mulher, segunda a Polícia Militar, tem ligações com a facção criminosa Comando Vermelho (CV).

Alan Cosme/HiperNoticias

corregedoria policia militar

 

A prisão da suspeita foi feita por policiais da Força Tática. De acordo com o boletim de ocorrência, os militares receberam uma denúncia que um casal estava traficando na região do bairro Jardim Maringá e que estes têm relação com uma organização criminosa.

Diante disso, os policiais iniciaram buscas e localizaram uma mulher pilotando uma motocicleta com as mesmas características da suspeita. Ao perceber a aproximação dos policiais, a namorada do policial tentou fugir, mas foi pega pelos PMs.

Durante busca pessoal, os militares encontraram com a suspeita pacotes de maconha, de cocaína, dinheiro trocado e uma balança de precisão dentro da bolsa da mulher.

Ao ser questionada, ela disse que havia mais drogas em sua residência e diante disso, os policiais foram até a casa da mulher. No local, os agentes encontraram, em cima da geladeira, mais pacotes de cocaína e dois carregadores de pistola 380.

No imóvel, ainda foram encontrados o nome de guerra do policial, bem como a farda completa da Polícia Militar. Em seguida, os PMs entraram em contato com o oficial da região e informaram os fatos.

Imediatamente, o tenente, que não teve o nome revelado, prendeu o soldado por associação ao tráfico. O suspeito era o motorista do oficial.

O casal foi encaminhado à delegacia para procedimentos. Na unidade policial, os policiais descobriram que a mulher tem diversas passagens criminais e é integrante do Comando Vermelho.

O caso será investigado pela Polícia Civil. A Corregedoria da Polícia Militar também acompanha o caso.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei



Últimas Notícias