Domingo, 21 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

Polícia Terça-feira, 11 de Junho de 2024, 14:20 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 11 de Junho de 2024, 14h:20 - A | A

VÍTIMA DA VIOLÊNCIA

Morre jovem que sofreu queimaduras em explosão provocada por companheiro

O suspeito foi levado para uma unidade de saúde por populares e está em estado gravíssimo

SABRINA VENTRESQUI
Da Redação

Morreu a jovem de 24 anos que foi queimada durante a explosão de um botijão de gás provocada pelo companheiro dela. Eliziane Martins de Oliveira não suportou a gravidade dos ferimentos e morreu na noite de segunda-feira (10), no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), na Capital. Ela havia sido transferida de Nova Ubiratã (427 km de Cuiabá) onde o crime foi praticado no domingo (9).

LEIA MAIS: Homem tenta matar companheira explodindo botijão de gás dentro de casa

Informações do boletim de ocorrência dão conta de que uma testemunha acionou a Polícia Militar depois que a vítima ligou para o comunicante pedindo ajuda e, em seguida, enviou sua localização através de um aplicativo de conversas. O rapaz narrou que na ligação conseguiu ouvir o suspeito fazendo ameaças de morte à vítima, um barulho de faca sendo arrastada e o gás sendo liberado do botijão.

Quando o amigo dela chegou à residência, situada num conjunto de quitinetes, testemunhou a explosão da casa e viu o suspeito fugindo do local. Imediatamente, o rapaz socorreu a amiga, que estava com queimaduras na pele e gritando de dor. 

Ele a levou para um hospital do municípi e a vítima foi transferida ao HMC, devido à gravidade das lesões.

No documento policial, consta que um idoso, de 82 anos, também ficou ferido. No entanto, não há detalhes sobre a gravidade dos ferimentos ou sua relação com a vítima ou com o suspeito.

O suspeito foi levado para uma unidade de saúde por populares e está em estado gravíssimo. 

Segundo o registro da Polícia Civil, a equipe plantonista da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionada no fim da noite de segunda-feira para liberar um corpo no HMC. O corpo foi liberado e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) da Capital. 

O caso continua a ser investigado pela Polícia Civil.

Clique aqui  e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros