Domingo, 21 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,60
euro R$ 6,10
libra R$ 6,10

Mundo Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 12:45 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 10 de Junho de 2024, 12h:45 - A | A

NaArgentina, Senado dividido ameaça aprovação de reforma econômica de Milei

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

O governo do presidente da Argentina, Javier Milei, completa seis meses hoje envolto em incertezas sobre a aprovação de uma legislação central em sua agenda econômica. Conforme relatos de múltiplos veículos da imprensa local, a chamada Lei de Bases chega ao Senado com um margem apertada de votos.

No final de semana, o chefe de gabinete do país, Guillermo Francos, evitou declarar diretamente se espera a aprovação da matéria. Francos explicou que a oposição detém 33 senadores e poderia bloquear a pauta se obtiver o apoio de pelo menos quatro parlamentares. "Vamos saber no dia da votação", afirmou.

Segundo o jornal Clarín, o governo contabiliza ter assegurado 36 votos a favor da proposta. O fiel da balança será o partido União Cívica Radical, de Martín Lousteau, que ainda não indicou como votará.

Em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira, o porta-voz do governo, Manuel Adorni, afirmou que a equipe econômica conseguiu resultados "excelentes" com os instrumentos disponíveis e que os próximos passos dependem do avanço de leis. "Resta encarar as reformas estruturais que demandam os votos do Congresso", comentou.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros