Economia Sábado, 07 de Maio de 2011, 08:00 - A | A

Sábado, 07 de Maio de 2011, 08h:00 - A | A

CEESTA BÁSICA

Preços aumentam e Cuiabá fica com 5ª cesta mais cara do país em abril

Enquanto houve queda na maioria das 17 capitais pesquisadas pelo Dieese, KGM apura alta de 2,99% nos preços dos alimentos básicos em Cuiabá.

DA REDAÇÃO

 

Batata foi a grande vilã dos preços em abril
Ao contrário do comportamento da maioria das capitais brasileiras pesquisadas pelo Dieese, que registrou queda nos preços, Cuiabá teve alta de 2,99% nos alimentos básicos no mês de abril, revela a KGM Pesquisas, que faz o estudo em Cuiabá.

A cesta de alimentos considerados essenciais para um trabalhador adulto pelo período de um mês foi comercializada em Cuiabá, em média, por R$ 255,03 em abril, contra R$ 247,62, em março, informa a KGM.

A maior alta entre os 13 itens que compõem a cesta básica ficou por conta da batata, que subiu 71,25%. Já o tomate (-17,45%) e a carne (-2,80%) sofreram variação negativa, e ajudaram a segurar os preços.

Segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Sócio-Econômicos), que faz o estudo mensalmente em 17 capitais brasileiras, em 14 delas houve redução nos preços. Já no mês de março, houve aumento, também em 17 capitais.

Em comparação com as demais capitais brasileiras, Cuiabá ficou em quinto lugar entre as cestas mais caras do mês de abril. Uma piora de cinco posições em relação ao mês anterior, quando a capital de Mato Grosso ocupou uma de suas melhores posições, ficando em décimo lugar.

A KGM também revela que a inflação da cesta básica em Cuiabá nos últimos 13 meses que compreendem o período de abril de 2010 a abril de 2011 é de 6.15%.

 

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros