Quinta-feira, 18 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,48
euro R$ 6,00
libra R$ 6,00

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,48
euro R$ 6,00
libra R$ 6,00

Economia Terça-feira, 19 de Março de 2024, 16:00 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Terça-feira, 19 de Março de 2024, 16h:00 - A | A

Aneel aprova reajuste médio de 3,45% nas tarifas da Enel Rio

CONTEÚDO ESTADÃO
da Redação

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 19, um aumento médio de 3,45% nas tarifas da Enel Rio, que serão vigentes a partir de 20 de março.

A alta será percebida diferentemente por cada classe de consumidores. Os atendidos em alta tensão, como as indústrias, terão alta média de 4,97% nas contas de luz. Já os conectados em baixa tensão, como residências e pequenos comércios, perceberão uma valorização média de 3,00%.

O tema foi decidido nesta terça depois de o diretor Hélvio Guerra mudar o voto apresentado na semana passada, quando houve empate entre os quatro diretores presentes já que o diretor Fernando Mosna cumpria agenda institucional fora do País e, portanto, não participou da reunião.

Na ocasião, Guerra e o diretor Ricardo Tili, que relatou o processo, divergiram da diretora Agnes da Costa e do diretor-geral, Sandoval Feitosa, do tratamento dado às perdas não técnicas no processo. Enquanto os dois últimos seguiram o entendimento da área técnica, os dois primeiros entenderam que deveria ser dado um tratamento parecido ao aplicado na Light por entender que ambas as concessões têm dificuldades parecidas.

Na reunião desta terça, porém, Guerra mudou seu voto e seguiu o entendimento da área técnica após reavaliar as informações por ela fornecidas. "Após aprofundar a minha análise, restou claro que a metodologia usada pela STR Superintendência de Gestão Tarifária e Regulação Econômica que levou ao estabelecimento de metas diferentes para a Enel Rio e Light ... utiliza parâmetros objetivo", afirmou.

Por fim, o diretor Fernando Mosna votou com o relator, mas como foram minoria, prevaleceu o entendimento da área técnica da agência.

(Com Agência Estado)

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

 

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros