Copa Pantanal Terça-feira, 05 de Julho de 2011, 15:08 - A | A

Terça-feira, 05 de Julho de 2011, 15h:08 - A | A

INDIGNAÇÃO

Torcedores dizem que dinheiro de patrocinadores é uma caixa-preta

Torcidas organizadas do Mixto cobra promessas não não cumpridas e repasse financeiro que deixou de ser feito

HÉRICA TEIXEIRA
herica@hipernoticias.com.br

Mayke Toscano/Hipernotícias
Torcidas organizadas do Mixto Esporte Clube fizeram protesto contra a gestão de Eder Moraes na Associação de Fãs do clube
O líder de torcida organizada "Boca Suja", Fábio Ramirez, disse que valores repassados por patrocinadores é uma verdadeira "caixa-preta" e só o presidente da Associação de Fãs de Futebol e Amigos do Mixto Esporte Clube (Afam), Eder Moraes, é a única pessoa a ter acesso aos ao dinheiro.

A acusação foi feita nesta terça-feira (5) durante passeata realizada na Avenida Lavapés, onde está a sede da Agência Estadual de Execução de Projetos da Copa 2014 (Agecopa), presidida por Eder Moraes.

Estes valores, segundo Ramirez, não são repassados nem para a presidência do time. "Quem sabe disso é somente o Eder Moraes. Queremos saber quanto o time faturou com os patrocínios. A Afam nunca informou os valores que os patrocinadores passavam”, declarou.

Ramirez explica que além de reivindicar a questão do repasse da verba dos patrocinadores, torcedores do Mixto Esporte Clube, cobram resposta do Eder Moraes quanto as dívidas não pagas, no valor de R$ 900 mil.

“O Eder (Moraes) não repassou nos últimos cinco meses do ano passado a quantia equivalente a R$ 100 mil por mês. Esse ano ele não fez três repasses, também de R$ 100 mil”, declarou.

No entanto, não é só o pagamento da dívida que torcedores cobram. Eder fez promessas e não cumpriu, como a da construção de um centro de treinamento para o Mixto e um ônibus próprio para transportar os jogadores.

Os torcedores e líderes das três torcidas organizadas, Boca-Suja, Comando Zero e Comando Alvinegro, se reuniram na Praça 8 de Abril, e seguiram pela Avenida Lavapés. 

Torcedores foram à rua com faixas, cartazes, fogos de artifícios, nariz de palhaço e carro de som. Participaram aproximandamente 70 torcedores.


O INÍCIO

O site Hipernotícias divulgou na semana passada, no dia primeiro de julho, o início do movimento. As manifestações começaram pela Câmara de Vereadores de Cuiabá. No entanto, em outros lugares também já foram afixadas as faixas que pedem explicações da Afam e do presidente Eder Moraes, como na festa de São Benedito, Verdinho, hoje, na praça 8 de Abril e na Agecopa.

Outras manifestações já estão programadas. Na próxima terça-feira (12), torcedores do Mixto farão um churrasco em frente a sede da Agecopa.

Ramirez explicou que movimento não vai acabar hoje, continua por toda esta semana e na semana que vem. “As manifestações vão durar toda a semana, mas é na terça-feira que vem que tentaremos chegar perto do Eder. Na abertura da Expoagro estaremos lá para cobrar mais uma vez as explicações devidas”, pontuou.

OUTRO LADO

Por meio de assessoria, Eder Moraes informou que não está no país, encontra-se na Rússia cuidando de questões para Mato Grosso, e não pode responder, por enquanto as acusações.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros