Quinta-feira, 23 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,15
euro R$ 5,58
libra R$ 5,58

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,15
euro R$ 5,58
libra R$ 5,58

Cidades Quarta-feira, 21 de Dezembro de 2016, 11:19 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Quarta-feira, 21 de Dezembro de 2016, 11h:19 - A | A

NA UTI

Quadro clínico de reitora tem avanços; mas ainda é grave

JESSICA BACHEGA

A reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) Myrian Serra apresenta leve melhora em seu quadro clínico. O estado ainda é grave, mas estável. Ela segue internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Rosa.

 

Assessoria

myrian serra

 

Conforme a nota divulgada pela assessoria da universidade na noite desta terça-feira (20), a equipe médica que acompanha a reitora informou que houve avanço na melhora neurológica e clínica da paciente.

 

“A última tomografia computadorizada de crânio revela discreta melhora na imagem radiológica, mantendo estabilidade hemodinâmica  e sem febre. O quadro de saúde continua grave, porém estável”, diz trecho da nota.

 

Myrian Serra está sob os cuidados da equipe de neurologia do médico Marcio Paes.

 

De acordo com a assessoria, Myrian sofreu um aneurisma cerebral durante um evento de comemoração aos 46 anos da instituição na noite de sábado (10). Ela teria passado mal após o discurso e, em seguida, foi encaminhada para a unidade médica.

 

Segundo a assessoria, a reitora passou por um procedimento neurocirúrgico para implantação de um cateter para monitorar a pressão intracraniana, temperatura cerebral e drenagem do líquor hemorrágico e, posteriormente, o aneurisma cerebral foi embolizado.

 

A reitora tem dois filhos que moram em outra cidade, mas já chegaram à Cuiabá para acompanhar o tratamento da mãe.

 

Confira nota na íntegra:

 

Quadro de saúde da reitora apresenta melhora neurológica e clínica.

 

A reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Myrian Serra, segue internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Rosa.  

 

A equipe médica responsável pelo tratamento informa que a paciente apresenta melhora neurológica e clínica. A última tomografia computadorizada de crânio revela discreta melhora na imagem radiológica, mantendo estabilidade hemodinâmica  e sem febre. O quadro de saúde continua grave, porém estável. A reitora está sob os cuidados da equipe da Unidade de Terapia Intensiva, coordenada pelo doutor Márcio Paes e pela equipe de neurologia MedNeuro.

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros