Sábado, 18 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,11
euro R$ 5,55
libra R$ 5,55

Cidades Segunda-feira, 21 de Novembro de 2016, 14:18 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Segunda-feira, 21 de Novembro de 2016, 14h:18 - A | A

AINDA TRANQUILO

Previsão de mais chuvas e nível do Rio Cuiabá sobe, mas sem alerta da Defesa Civil

RAYANE ALVES

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) publicou um aviso meteorológico no começo desta segunda-feira (21) para mais chuvas com grau de severidade em Cuiabá.

 

Há riscos de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores e leves alagamentos.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

Chuva Cuiabá

 

Nesta segunda-feira, o dia amanheceu com temporal. Chuvas e rajadas de ventos já foram registradas e ainda há possibilidade de 80% de pancadas de chuva com trovoadas. A mínima é de 23ºC e a máxima de 30ºC.

 

Já de terça-feira (22) a sexta-feira (25) as mínimas variam entre 23ºC e 24º, com máximas que podem alcançar até 32ºC. Há probabilidade de 80% de pancadas de chuvas de curta duração e pode ser acompanhada de trovoadas a qualquer hora do dia.

 

Uma das orientações dos meteorologistas é que os cuiabanos revisem a resistência da casa, principalmente o madeiramento de apoio do telhado, além de não estacionar o veículo próximo a torres de transmissão.

 

ALERTA

Conforme o coordenador da Defesa Civil, José Pedro Zanetti, devido às fortes chuvas todos os rios da cidade estão cheios. Mas, por enquanto não precisa de espanto porque ainda estão na média.

 

O Córrego do Gambá, por exemplo, pela manhã uma equipe de brigadistas da Defesa Civil constatou que o córrego estava um pouco acima do canal.

 

“Apesar dos córregos não ter régua, a nossa equipe fiscaliza diariamente como estão assim como os rios. Nesse período de chuvas, temos procurado aumentar o efetivo, visto que as fortes chuvas tende a aumentar o nível do rio e surgir um alerta. O interessante são os moradores sempre ficar em alerta verificando a resistência da casa, possível desabamento e sempre ter nosso contato em mãos para prevenir algum dano”, frisou.

 

Já no Córrego Oito de Abril um vídeo mostra o quanto o nível da água subiu. 

 

Na semana passada, por exemplo, o nível do Rio Coxipó subiu cinco metros em menos de 24 horas. Por conta disso, o rio transbordou e deixou os bairros alagados. 

 

 

 

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros