Domingo, 12 de Julho de 2020, 10h:10

Tamanho do texto A - A+

Obra na BR-163/364 provoca desvio de trânsito no Distrito Industrial nesta 2ª

Por: REDAÇÃO

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) avança na obra de duplicação da BR-163/364/MT e informa que serão realizadas mudanças no fluxo de veículos que trafegam no Distrito Industrial de Cuiabá.

Reproduçao

desvio distrito industrial

 

A partir de segunda-feira (13), os motoristas devem redobrar a atenção e obedecer às novas sinalizações rodoviárias que orientam sobre as alterações no trânsito, entre os quilômetros 398 e 401 da rodovia federal.

Na chegada a Cuiabá, o fluxo de veículos pesados vindos da região Sul do Estado (Rondonópolis) será direcionado, na região do posto São Mateus, para um acesso alternativo à direita (via marginal), com o intuito de facilitar o descarregamento de produtos nos empreendimentos da região.

O trânsito de veículos, que irão seguir para o centro da capital, será direcionado para a Avenida A, na altura do Senai. A pista local de sentido único passará a ter mão dupla, com duas faixas de ida e volta.

As entradas para os bairros da região do Distrito Industrial continuarão inalteradas. O DNIT pede para que os condutores redobrem a atenção para as novas sinalizações rodoviárias que foram afixadas ao longo da BR-163/364/MT.

As mudanças são temporárias e necessárias para a continuidade das obras de duplicação e construção de quatro viadutos, podendo haver novas alterações de acordo com o andamento da obra.

Duplicação

Essa etapa de obras no Distrito Industrial integra a duplicação da BR-163/364/MT entre Cuiabá a Rondonópolis, cuja extensão soma 174,11 km.

O trecho do Distrito Industrial faz parte do lote 3, de 42,40 km de extensão e que se inicia no segmento em concreto da Serra de São Vicente até o viaduto existente no entroncamento com a Rodovia dos Imigrantes (BR-070/MT).

Com a finalização da duplicação, o tráfego de veículos dos bairros residenciais localizados no entorno do Distrito Industrial será separado do fluxo da rodovia federal, resultando em mais segurança no trânsito e redução no tempo de viagem dos usuários.

Hoje, a média diária nesse segmento da BR-163/364/MT supera os 8 mil veículos pesados, que interferem diretamente na mobilidade urbana da capital.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei