Sábado, 13 de Julho de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,43
euro R$ 5,95
libra R$ 5,95

Cidades Domingo, 09 de Junho de 2024, 14:45 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Domingo, 09 de Junho de 2024, 14h:45 - A | A

NA ESTRADA DE CHAPADA

Investigador da Polícia Civil é uma das vítimas do acidente entre duas motocicletas e uma picape

Segundo a Polícia Civil,  Juann retornava de um passeio motociclístico com um grupo de amigos, quando a moto que ele pilotava se chocou com uma picape Fiat Toro na rodovia estadual MT-020, próximo ao assentamento Novo Mundo, no Distrito de Água Fria

SABRINA VENTRESQUI
Da Redação

Uma das vítimas do acidentre entre que deixou dois mortos, registrado na manhã deste domingo (9), na zona rural de Chapada dos Guimarães (65 km de Cuiabá), foi identificada como Juann Paulo Queiroz de Melo, de 43 anos. Ele era investigador da Polícia Civil e estava lotado na Delegacia Especializada de Meio Ambiente, onde exercia a função de chefe de operações. O outro piloto ainda não teve a identidade revelada.

LEIA MAIS: Pilotos esportivos morrem em colisão com picape na Estrada de Chapada

Segundo a Polícia Civil,  Juann retornava de um passeio motociclístico com um grupo de amigos, quando a moto que ele pilotava se chocou com uma picape Fiat Toro na rodovia estadual MT-020, próximo ao assentamento Novo Mundo, no Distrito de Água Fria. 

A colisão envolveu outra vítima, que também pilotova uma motocicleta. Ambos os pilotos tiveram as mortes constatadas ainda no local. O motorista da Toro, de 68 anos, teve ferimentos e foi encaminhado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Chapada dos Guimarães, mas não há informações atualizadas sobre seu estado de saúde.

INSTITUIÇÃO LAMENTA

Por meio de nota, a Polícia Civil lamentou o falecimento do investigador e expresseu suas condelências à família e amigos de Juann, que iniciou sua carreira policial na instituição em abril de 2007, o investigador passou por diversas delegacias, entre elas a Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Várzea Grande. 

Colegas de trabalho afirmam que a Polícia Civil era a paixão e vocação de Juann Paulo. 

Ainda não há informações sobre o velório e sepultamento da autoridade policial.

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros