Terça-feira, 21 de Maio de 2024
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

00:00:00

image
facebook001.png instagram001.png twitter001.png youtube001.png whatsapp001.png

00:00:00

image
dolar R$ 5,10
euro R$ 5,53
libra R$ 5,53

Cidades Sábado, 09 de Julho de 2016, 14:10 - A | A

facebook instagram twitter youtube whatsapp

Sábado, 09 de Julho de 2016, 14h:10 - A | A

EM 190 DIAS

Grande Cuiabá registra mais de 200 homicídios

MAX AGUIAR

Apesar de todo o investimento na área da Segurança Pública, os crimes de homicídios e tentativas de execução não cessam na região metropolitana de Cuiabá. Os registros da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) apontam para mais de uma morte por dia. Em pouco mais de seis meses, foram computadas 203 mortes na região.

 

Marcos Lopes/HiperNotícias

serial killer/DHPP/polícia/homicídio/Silvia Pauluzzi

Delegada Silvia Pauluzzi promete resposta aos crimes de homicídio

No ano passado, neste mesmo período, a contagem era de 223 mortes. A maioria dos crimes ocorridos nesses 190 dias ainda tem ligação com o tráfico de drogas e apenas uma pequena parcela estão no campo dos crimes passionais.

 

"Apesar de ser um crime que chama atenção pelo motivo, temos o crime passional como uma vertente das mortes em Cuiabá e Várzea Grande. São quase 30 até agora, fora os que estão sob análise", disse a delegada Silvia Pauluzzi, titular da DHPP. 

 

Até o fechamento desta matéria eram 82 mortes em Várzea Grande e 110 na capital, fora os 11 latrocínios (roubos seguido de morte) registrados desde o dia 1º de janeiro. 

 

Uma das vítimas é Éder de Lima, 23, executado com diversos tiros em uma estrada afastada, no bairro São João. O crime ocorreu por volta das 5h de domingo e não há testemunhas. Ao lado do corpo da vítima estava um jogo de ferramentas automotivas e uma bateria de veículo, provavelmente produtos de furto. 

 

Segundo a delegada Alana Cardoso, da DHPP, há indícios de que a vítima praticou o furto e foi seguida e cercada no local, onde foi executada. Informações de policiais militares que atuam na região são de que Éder era acusado da prática de furtos no bairro.

 

Em Cuiabá, no bairro Jarim Vila Nova, um jovem foi assassinado a tiros, na noite da última terça-feira (5). Jonathan Henrique Silva Santos estava brigado com um outro rapaz, identificado apenas como Reinaldo, quando um terceiro homem atirou nele.

 

Vizinhos informaram que o atirador é padrasto de Reinaldo, que resolveu entrar na briga e matou Jonathan. Ele fugiu logo após os disparos e não foi mais visto. Policiais do 24º Batalhão foram acionados para atender à ocorrência e encontraram Jonathan caído com perfurações de bala no tórax. O crime está sendo investigado.

 

 

"Os números são altos, mas nosso empenho é maior. Temos que solucionar os crimes e estamos trabalhando para que isso seja o mais rápido possível. Já temos alguns criminosos identificados, e vamos dar à sociedade uma resposta para esses crimes de homicídios", disse a delegada Silvia Pauluzzi. 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia

Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros