Artigos Quarta-feira, 05 de Outubro de 2011, 08:00 - A | A

Quarta-feira, 05 de Outubro de 2011, 08h:00 - A | A

Curtir o bom é muito bom!

O Governador Silval Barbosa, segundo informações dos que têm conhecimento de causa, atuou firme e forte junto aos órgãos de Brasília, o que teve grande importância à conquista da meta pretendida. Realmente, rejubilarmos e CURTIR O BOM É MUITO BOM!

IRIS DÉA

Divulgação

HOZANA! HOZANA! A TERMELÉTRICA NOVAMENTE! HOZANA! HOZANA!

Aplaudir o trabalho que é feito com honestidade de propósitos é uma forma de incentivar a restauração da confiança naqueles que detêm a incumbência de gerir órgãos que visam ao bem comum.

O conhecimento de causa é a forma sensata de se discutir sobre qualquer assunto. Assim, procuro sempre uma fonte segura quando preciso opinar, porém ,coisas existem tão gritantes que o grito da Imprensa nos induz ao prudente silêncio até conhecermos a fonte. Mas, é como dizia um saudoso homem público:

- A IMPRENSA LIVRE É NESSESÁRIA AO POVO E AO GOVERNO!

Depois de circularem notícia angustiantes, revoltantes, é de todo alvissareira a notícia de que forças aliadas venceram uma luta que se arrastava havia 13 longos anos de forma séria, sem a “pegajosa” corrupção.

Aliaram-se Governo e Órgão Privado - quando há responsabilidade e vontade política, os obstáculos são ultrapassados.

Procurei inteirar-me do assunto para poder, com firmeza, escrever sobre o acontecimento que nos levanta o “astral”.

Achei melhor procurar uma informação segura. Assim, resolvi telefonar ao jovem Fábio Garcia e pedir-lhe que me fornecesse os dados necessários, pois estava ciente da sua atuação para concretizar a volta da Termelétrica de Cuiabá.

Acatando meu pedido, enviou-me o que transcrevo:

Benefícios da retomada da operação da termelétrica de Cuiabá:

A termelétrica de Cuiaba é o mais importante empreendimento do setor de energia do estado de Mato Grosso. Além de sua capacidade de geração, este empreendimento, por meio dos seus mais de 640 km de gasoduto, que nascem na cidade de Chiquitos - na Bolívia - até Cuiabá, trouxeram à disponibilidade dos Mato-grossenses uma das mais nobres fontes de energia mundial, o gás natural.

A sua construção foi um feito histórico para o Estado de Mato Grosso, uma conquista de todos os mato-grossense e um grande desafio superado. Seus gasodutos atravessaram fronteiras e o início de suas operações garantiu a energia que faltava neste Estado para despertar seu desenvolvimento.

Para que tenhamos a exata dimensão deste projeto, até hoje, já passados 13 anos de sua construção, este continua sendo o maior empreendimento privado em operação no Estado de Mato Grosso.

Foram um bilhão e meio de reais de investimento privado em empreendimento que até hoje sozinho é capaz de gerar energia para 60% de toda a demanda de energia do estado de Mato Grosso.

Seus mais de 500 MW de capacidade de geração de energia significam portanto uma enorme segurança energética a todo o Estado de Mato Grosso e mais energia ao sistema interligado nacional.

Este empreendimento conta também com um posicionamento estratégico. Localizado dentro do maior centro de demanda de energia do Estado, Cuiabá, este projeto entrega sua energia nas 3 principais subestações da baixada cuiabana (CPA, Coxipó e Várzea Grande). Assim, sua retomada garante grande confiabilidade de fornecimento de energia para toda a baixada cuiabana, dando a Mato Grosso uma condição diferenciada e única em termos de segurança energética.

A retomada da operação deste empreendimento significa ainda a garantia de sustentabilidade e disponibilidade do gás natural como fonte energética para o nosso desenvolvimento industrial e também para benefício de nosso comércio e dos mato-grossenses.

É dever do cidadão aplaudir ações daqueles que provam que suas forças estão empenhadas nas soluções que beneficiam o povo.

O Governador Silval Barbosa, segundo informações dos que têm conhecimento de causa, atuou firme e forte junto aos órgãos de Brasília, o que teve grande importância à conquista da meta pretendida.

Realmente, rejubilarmos e CURTIR O BOM É MUITO BOM!

(*) IRIS DÉA é cronista do quotidiano mato-grossense visto pelos olhos da alma, e escreve para HiperNotícias.

Os artigos assinados são de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião do site de notícias www.hnt.com.br

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros