Política Sexta-feira, 05 de Agosto de 2022, 15:32 - A | A

Sexta-feira, 05 de Agosto de 2022, 15h:32 - A | A

EMBATE ELEITORAL

"Um governo que rouba não trabalha para todos", dispara Fábio Garcia sobre campanha de Márcia

Ao anunciar sua candidatura ao governo do Estado, a primeira-dama de Cuiabá discursou sobre uma política pautada na "visão" para trazer inovação ao governo e "sensibilidade" para governar "para todos"

RAYNNA NICOLAS E ALEXANDRA LOPES
Da Redação/Do Local

Mayke Toscano/Secom

image

Dando início aos embates eleitorais, o senador Fábio Garcia (UB) 'detonou' as propostas de Márcia Pinheiro (PV) para a corrida ao governo. A primeira-dama de Cuiabá teve a pré-candidatura anunciada na última quinta-feira (4) e destacou a 'humanização' como seu mote de campanha. As declarações de Márcia vieram carregadas de críticas à gestão do governador Mauro Mendes (UB) que, segundo a primeira-dama, 'governa para poucos'.

Em tom de réplica, Garcia se valeu da extensa lista de investigações que atingem a gestão do prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro (MDB). "Eu já disse várias vezes que eu não acredito que a gestão Emanuel Pinheiro seja uma gestão que a gente queira replicar no estado de Mato Grosso. Um estado tão próspero quanto Mato Grosso não deve ser tomado pela corrupção", disparou, durante a convenção partidária do PL, nesta sexta-feira. 

Até outubro, União Brasil e Partido Liberal caminharão juntos para derrotar Márcia que, até o momento, é a única pessoa que ameaça uma reeleição do governador Mauro Mendes por W.O. No outro extremo, Márcia caminha com a Federação Brasil da Esperança (PT, PCdoB e PV) e com os ex-aliados do governador, o deputado federal Neri Geller (PP) e o senador Carlos Fávaro (PSD). Ao anunciar sua candidatura, a primeira-dama discursou sobre uma política pautada na 'visão' para trazer inovação ao governo e 'sensibilidade' para governar 'para todos'. 

"Um governo que rouba não trabalha para todos, nem para os mais humildes. O governo de Emanuel Pinheiro é recheado de esquemas de corrupção, eles não têm moral de dizer que trabalham para todo mundo quando roubam a saúde, quando roubam a educação, quando roubam o dinheiro do cidadão de Cuiabá. Um governo para trabalhar para todos primeiro tem que ser um governo sério", rebateu Fábio Garcia. 

 

Clique aqui e faça parte no nosso grupo para receber as últimas do HiperNoticias.

Clique aqui e faça parte do nosso grupo no Telegram.

Siga-nos no TWITTER e acompanhe as notícias em primeira mão.

Comente esta notícia


Algo errado nesta matéria ?

Use este espaço apenas para a comunicação de erros